Comunicação (comunhão) pessoal de Deus com o homem

Pedro Alberto Kunrath

Resumo


No desenvolvimento histórico da teologia da graça, admitem-se novas orientações. As sucessivas controvérsias dos séculos XVI a XVIII deixaram na sombra a doutrina que está ao centro da Revelação: a divinização do cristão, o mistério de sua união com Cristo, a inabitação do Espírito Santo. A graça é comunicação (comunhão) pessoal de Deus, transforma o homem e realiza nele uma relação especial para com as Pessoas divinas que inhabitam em sua alma e que imprimem nele um dinamismo novo.

Palavras-chave


Comunicação pessoal. Comunhão. Inabitação. Filiação. Personal communication. Communion. Inhabitation. Affiliation.

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS