Laicidade e Acordo Brasil-Santa Sé

Genacéia da Silva Alberton

Resumo


A laicidade do Estado brasileiro é direito fundamental que confere a liberdade religiosa, conteúdo democrático da sociedade. O Acordo Brasil-Santa Sé apresenta-se como instrumento de relacionamento Igreja-Estado. Dois temas relevantes para o laicato, que fazem parte do Acordo são o ensino religioso confessional e a nulidade matrimonial canônica com efeito civil. O fortalecimento do laicato exigirá uma constante atualização e religiosidade madura, sedimentada no diálogo interno que dê suporte à atuação política dos leigos, sujeitos eclesiais, no Estado, mantendo o compromisso social, comprevalência de ações que visem ao bem comum e à dignidade humana na busca da santificaçãopessoal e comunitária.


Palavras-chave


Laicidade. Acordo Brasil-Santa Sé. Laicato.

Texto completo:

PDF

Referências


V CONFERÊNCIA GERAL DO EPISCOPADO LATINO-AMERICANO E DO CARIBE, Aparecida. Documento de Conclusão, São Paulo 2007.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E A SANTA SÉ RELATIVO AO ESTATUTO JURÍDICO DA IGREJA CATÓLICA NO BRASIL. Decreto no 7.107, 11.02.2010. Disponível em:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Decreto/D7107. Acesso em: 01 jul. 2010.

ALBERTON, G. da S. Laicidade na relação Igreja-Estado e o Acordo Brasil-Santa Sé. Curitiba: Prismas, 2015.

ARROBA CONDE, M. Direito processual canônico. 5. ed. Roma: Institutum Iuridicum Claretianum, 2006.

AZEVEDO, R. O IBGE e a Religião. Revista Veja, 29 junho 2012. Disponível em:

https://veja. abril.com.br/blog/reinaldo/o-ibge-e-a-religiao-cristaos-sao-86-8-do-brasil-catolicos-caem-para-64- 6-evangelicos-ja-sao-22-2/. Acesso em: 20 ago. 2018.

BALDISSERI, L. Diplomacia Pontifícia-Acordo Brasil-Santa Sé. Intervenções. São Paulo: LTr, 2011.

BOBBIO, N. et al. Dicionário de Política. 7. ed. Brasília: UNB, 2000. v. II.

BORJA, C. Constitucionalidade do art. 11 do Acordo Brasil-Santa Sé. In: BALDISSERI, L.; MARTINS FILHO, I. G. (Coord.). Acordo Brasil-Santa Sé comentado. São Paulo: LTR, 2012. p. 300-325.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. 4. ed. São Paulo: Oliveira Mendes, 1999.

BRASIL. Código Civil – Lei no 10.406, de 10 de janeiro de 2002. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2002.

______. Código de Processo civil, Lei no 13.105, de março de 2015. Disponível em:

http://www. planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13105.html. Acesso em: 15 jan. 2016.

CARVALHO LEITE, F. O laicismo e outros exageros sobre a Primeira República no Brasil. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 35, n. 1, junho 2011. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo. phpscript=sci_arttext&pid=S0100-85872011000100003. Acesso em: 20 ago. 2018.

CATROGA, F. Entre deuses e césares: secularização, laicidade e religião civil: uma perspectiva histórica. Coimbra: Almedina, 2006.

CLARO, D. Vamos defender a vida: convoca Dom Ricardo Hoepers sobre aborto. Notícias Canção Nova. Cachoeira Paulista (22.06.2018). Disponível em:

https://noticias.cancaonova.com/brasil/ vamos-defender-a-vida-convoca-dom-ricardo-hoepers-sobre-aborto/. Acesso em: 20 ago. 2018.

CÓDIGO DE DIREITO CANÔNICO. Promulgado por João Paulo II, papa. Trad. Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. São Paulo: Loyola, 1987.

CNBB. Diretrizes gerais da Ação Evangelizadora na Igreja no Brasil 2015-2019. São Paulo: Paulinas, 2015.

______. Orientações pastorais para as mídias católicas imprensa, rádio, TV e novas mídias. Brasília, 2018. (Estudos da CNBB, 111).

DINIZ, D.; LIONÇO, T. Educação e laicidade. In: DINIZ, D.; LIONÇO, T.; CARRIÃO, V. Laicidade e ensino religioso no Brasil. Brasília: UNESCO; Letras Livres; Fundação Universidade de Brasília; Editora UNB, 2010. p. 12-50.

DINIZ, D.; LIONÇO, T.; CARRIÃO, V. Laicidade e ensino religioso no Brasil. Brasília: UNESCO; Letras Livres; Fundação Universidade de Brasília; Editora UNB, 2010.

DOLINGER, J. Direito internacional privado. 4. ed. Rio de Janeiro: Renovar, 1997.

FACHIN, L. E. Direito Fundamental e Expressão Religiosa. In: Justiça&Cidadania, p. 13, 20 jun. 2018.

FAZIO, M. Storia delle idee contemporanee: una lettura del processo di secolarizzazione. [s.d. s.l.].

______. La autonomia de las realidades terrestres en la Gaudium et Spes. Teocomunicação, Porto Alegre, v. 35, n. 150, p. 639-655. dez. 2005.

FINOCCHIARO, F. Dirito ecclesiastico. Bolonha: Zanichelli, 2017.

FRANCISCO. Exortação apostólica pós-Sinodal Evangelii Gaudium. Disponível em:

https://w2.vatican.va/content/francesco/pt/apost_exhortations/documents/papa-francesco_ esortazione- ap_20131124_evangelii-gaudium.html.

______. Carta encíclica Laudato Sì sobre o cuidado da casa comum (24.05.2015). Disponível em:

http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/encyclicals/documents/papa-francesco_20150524_ enciclica-laudato-si.html.

______. Mensagem aos participantes no congresso dos institutos seculares italianos por ocasião da constituição apostólica Provida Mater Ecclesia (23.10.2017). Disponível em:

papa-francesco_20171023_messaggio-conferenza-italiana-istituti-secolari.pdf. Acesso em: 20 ago. 2018.

______. Exortação apostólica Gaudete et exsultate sobre o chamado à santidade no mundo atual (19.03.2018). São Paulo: Paulinas, 2018.

GIUMBELLI, E. O fim da Religião – dilemas da liberdade religiosa no Brasil e na França. São Paulo: Attar Editorial, 2002.

GOMES CANOTILHO, J. J. et al. Constituição da República Portuguesa anotada. v. I. 4. ed. Coimbra: Coimbra Editora, 2007.

INTROVIGNE, M. Tu sei Pietro. Benedetto XVI contro la dittatura del relativismo. Milano: Sugarco, 2011.

JOÃO PAULO II. Discurso inaugural da III Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano em Puebla (28.01.1979). Disponível em:

http://w2.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/speeches/1979/ january/documents/hf_jp-ii_spe_19790128_messico-puebla-episc-latam.html.

JOÃO PAULO II. Discurso inaugural da IV Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e Caribenho em Santo Domingo (12.10.1992). Disponível em:

http://w2.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/speeches/1992/october/documents/hf_jp-ii_spe_19921012_iv-conferencia-latinoamerica.html.

KRZNARIC, R. O Poder da Empatia: a arte de se colocar no lugar do outro para transformar o mundo. Rio de Janeiro: Zahar, 2015.

LIPOVETSKY, G. A era do vazio: ensaios sobre o individualismo contemporâneo. São Paulo: Manole, 2005.

LOBO, P. O Estado laico é conquista de todos e das famílias. Revista Consultor Jurídico, São Paulo, 06.12.2015. Disponível em:

https://www.conjur.com.br/2015-dez-06/processo-familiar-estado- laico-conquista-todos-familias. Acesso em: 20 ago. 2018.

LÖWY, M. A guerra dos deuses: religião e política na América Latina. Rio de Janeiro: Vozes, 2000. MONROY, P. A. Eficácia civil de las sentencias eclesiásticas matrimoniales. Disponível em:

http:www.am.abogados.com/blog. Acesso em: 21 mar. 2011.

OLIVEIRA, H. J. S. C. Art. 2o Direito de Desempenhar a Missão Apostólica. In: BALDISSERI, L.; MARTINS FILHO, I. G. (Coord.). Acordo Brasil-Santa Sé comentado. São Paulo: LTR, 2012. p. 107 136.

POSSENTI, V. Le ragioni della laicità. Soveria Mannelli [Calabria]: Rubbettino, 2007.

SANDRINI, M. Ensino Religioso e Educação Humanista num Estado Leigo [arquivo pessoal].

SAVAGNONE, G. Dibattito sulla laicità: alla ricerca di una identità. Turim: Elledici, 2010.

SENADO FEDERAL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 2005. Disponível em:

https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/70320/65.pdf. Acesso em: 20 jul. 2018.

SMITH, W. C. O sentido e o fim da religião. São Leopoldo: Sinodal, 2015.

SOUZA, S. C. de. A Santa Sé e o Estado da Cidade do Vaticano: distinção e complementaridade. Revista da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, v. 100, p. 287-314. jan.-dez. 2005.

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8235.v100i0p287-314

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. Acordo Brasil-Santa Sé – ADI 4439. Disponível em:

http://redir.stf.jus.br/estfvisualizadorpub/jsp/consultarprocessoeletronico/ ConsultarProcessoEletronico.js f?seqobjetoincidente=3926392. Acesso em: 17 nov. 2011.

TALAMINI, E. Coisa julgada e sua revisão. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005. TARTUCE, F. Direito de Família. 11. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2016.

TAYLOR, C. Uma era secular. São Leopoldo: Ed. UNISINOS, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-6736.2018.2.32453

ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS