O leigo cristão em uma sociedade plural: o percurso etimológico como instrumento para a compreensão da vocação laical

José Gabriel Perissé Madureira

Resumo


A pesquisa etimológica em torno da palavra “leigo” abre várias possibilidades de reflexão para analisarmos a compreensão que se tem do papel do cristão dentro da Igreja e dos esforços realizadosnas últimas décadas para se criar uma teologia do laicato. A palavra “leigo”, ao longo da história,dentro e fora do ambiente cristão, demonstra uma rica ambiguidade. O auxílio da etimologia soma-se à constatação de que o leigo cristão encontra na sociedade plural o lugar adequado para a realização de sua vocação.


Palavras-chave


Etimologia. Leigo. Teologia do laicato. Sociedade plural. Igreja. Concílio Vaticano II.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Antônio José de. Leigos em quê?: uma abordagem histórica. São Paulo: Paulinas, 2006. BERGAMELLI Ferdinando; ZOCCA Elena; BIANCO M. Grazia. Laici e laicità nei primi secoli della chiesa. Milano: Paoline, 1995.

CERRO CHAVES, Francisco. Carta Pastoral del Obispo de Coria Cáceres: Id también vosotros a mi viña (los fieles laicos cristianos, ese gigante dormido que hay que despertar), em:

http://www.diocesiscoriacaceres.es/Obispo/CartasPastorales/20111019-Id-tambien-vosotros-a-mi-vina.pdf. Acesso em: 20 jun. 2017.

CNBB. Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade. Brasília: CNBB, 2017.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II. Constituição Dogmática Lumen gentium sobre a Igreja (21.11.1964). São Paulo: Paulus, 1997.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II. Decreto Apostolicam actuositatem sobre o apostolado dos leigos (18.11.1965). São Paulo: Paulus, 1997.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II. Constituição Pastoral Gaudium et spes sobre a Igreja no mundo de hoje (6.12.1965). São Paulo: Paulus, 1997.

CÓDIGO DE DIREITO CANÔNICO. 22. ed. Tradução oficial da CNBB. São Paulo: Loyola, 2013.

CONGAR, Yves. Jalons pour une théologie du laïcat. Paris: Les Éditions du Cerf, 1953.

CONGAR, Yves; VARILLON, F. Sacerdoce et laïcat dans l’Église. Paris: Ed. du Vitrail, 1947.

CUNHA, Antônio Geraldo da. Dicionário etimológico Nova Fronteira da língua portuguesa. 2. ed., 9a impressão. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

FORTE, Bruno. A missão dos leigos. 2.ed. Trad.: Pe. Ângelo Lucas Caravina. São Paulo: Paulinas, 1987.

FRANCISCO, Exortação Apostólica Gaudete et exsultate sobre o chamado à santidade no mundo atual (19.03.2018). São Paulo: Paulinas, 2018.

GARCÍA EXTREMEÑO, Claudio. Eclesiología: comunión de vida y misión al mundo. Madrid: Edibesa, 1999.

GOETHE, Johann Wolfgang von. As afinidades eletivas. Tradução Tercio Redondo. São Paulo: Cia. das Letras, 2014.

HACKMANN, Geraldo L. Borges. A amada Igreja de Jesus Cristo: manual de eclesiologia como comunhão orgânica. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2013.

JOÃO PAULO II, Exortação Apostólica Pós-Sinodal Christifideles laici (30.12.1988). São Paulo: Paulinas, 1989.

KASPER, Walter. A Igreja católica: essência, realidade, missão. Tradução Nélio Schneider. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2012.

MIRANDA, Mario de França. Existência cristã hoje. São Paulo: Loyola, 2005.

POTTERIE, Ignace de la. “L’origine et le sens primitif du mot laïc”. Nouvelle Revue Théologique, v. 80, p. 840-853, 1959.

SAN ISIDORO DE SEVILLA. Etimologías. Madrid: Biblioteca de Autores Cristianos (BAC), 2004.

SCHILLEBEECKX, Edward. A definição tipológica do leigo cristão, conforme o Vaticano II. In: BARAÚNA, G. (Org.). A Igreja do Concílio Vaticano II. Petrópolis (RJ): Vozes, 1965.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-6736.2018.2.32390

ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS