Antropologia espiritual de Irineu de Lião

Paulo Sérgio Lopes Gonçalves, Leonardo Henrique Piacente

Resumo


Os espirituais, spirituales vocat, são aqueles que se submetem ao Espírito e em tudo procedem segundo a razão. Não há uma distinção entre a submissão ao Espírito e vida racional, pois só exercitam a reta razão os que vivem os conselhos do Espírito. Esta afirmação é baseada em Irineu de Lião (130-208), no livro V da Adversus haereses, na qual, finalizando a refutação à “pseudognose”, apresenta algumas doutrinas para converter os hereges, reconduzir os afastados e fortalecer a fé dos neófitos. Mas esta antropologia-espiritual, ou seja, a ação Espírito no ser humano, de Irineu demonstra uma influência do contexto cultural filosófico do século II, marcado por uma interpretação espiritual do platonismo, chamado médio-platonismo. O objetivo dessa pesquisa é analisar a ação do Espírito e o uso da razão no ser humano que o faz espiritual, a partir de Irineu, e as influências pelo contexto cultural-filosófico. A metodologia será qualitativa, tendo como base um método bibliográfico exploratório e a hermenêutica das fontes e dos textos. Portanto, buscar-se-á com a leitura do livro V de Irineu, e sua interpretação, com base em comentadores, apresentar a antropologia- spiritual de Irineu e as influências do contexto filosófico-cultural.

Palavras-chave


Antropologia-espiritual. Irineu de Lião. Gnósticos. Médio-platonismo.

Texto completo:

PDF

Referências


BRAKKE, David. Los gnósticos. Salamanca: Sígueme, 2013.

CALABI, Francesca. Fílon de Alexandria. São Paulo: Paulus, 2014.

CATTANEO, E.; LONGOBARDO, L. Consonantía Salutis: studi su Ireneo di Lione. Trapani: Il pozzo di Giacobbe, 2005.

CHIAPPARINI, Giuliano. Valentino gnostico e platonico. Il valentinianesimo della 'grade notizia' di Irieno di Lione: fra esegesi gnostica e filosofia medioplatonica. Milão: Vita e Pensiero, 2012.

DROBNER, Hubertus R. Manual de Patrología. Tradução de Víctor Abelardo Martínez de Lapera. Barcelona: Herder, 2001.

ERLER, Michael; GRAESER, Andreas (Org.). Filósofos da Antiguidade: do helenismo à Antiguidade tardia. Vol. II. Tradução de Nélio Shneider. São Leopoldo: Unisinos, 2005.

FERNANDES, Fr. José Manuel Correia. À imagem e semelhança de Deus: a visão antropólogica de St. Ireneu de Lyon. Cadernos do ISTA, Lisboa-Portugal, n. 15. Disponível em:

com/ista/encontros/poder_imagem/imagem_01.htm>. Acesso em: 03 jan. 2017.

FERREIRA, Joel Antônio. Antropologia semítica de Paulo apóstolo em confronto com a antropologia grega. Revista da Abordagem Gestáltica, Goiânia, v. 14, n. 2, p. 213-217, jul.-dez. 2008. Disponível em: . Acesso em: 03 jan. 2017.

HADOT, Pierre. O que é filosofia Antiga? São Paulo: Loyola, 2008.

IRINEU DE LIÃO. Contra as heresias. Tradução de Lourenço Costa. São Paulo: Paulus, 1995.

IRENEO DI LEONE. Contro le eresie. Vol. 2. Roma: Città Nuova, 2009.

LAYTON, Bentley. As escrituras gnósticas. São Paulo: Loyola, 2002.

LOPES, Geraldo. Patrística pré-nicena. São Paulo: Paulinas, 2014.

MARCO AURÉLIO. Pensamientos, cartas e testimonios. Madri:

Editorial Tecnos, 2010.

MAS, Salvador. Pensamiento Romano. Una historia de la filosofia en Roma. Valencia: Tirant lo Blanch, 2006.

MORESCHINI, Cláudio. História da Filosofia Patrística. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2013.

MORESCHINI, Cláudio; NORELLI, Enrico. História da Literatura Cristã Antiga Grega e Latina I – de Paulo à Era Constantiniana. São Paulo: Loyola, 2014.

MURPHY-O'CONNOR, Jerome. A antropologia pastoral de Paulo: tornar-se humanos juntos. São Paulo: Paulus, 1994.

ORBE, Antonio. Introdución a la teologia de los siglos II y III. Salamanca: Sígueme, 1988.

______. Teología de San Ireneo I. Madrid: BAC, 1985.

______. Teología de San Ireneo IV. Madrid: BAC, 1996.

______. Antropología de San Ireneo. Madrid: BAC, 1969.

QUASTEN, Johannes. Patrologia I, hasta el concilio de Nicea. Madrid: BAC, 2004.

REALE, Giovanni. Renascimento do platonismo e do pitagorismo. São Paulo: Loyola, 2008. (Coleção História da Filosofia grega e romana, 7).

RIBEIRO, Helcion. Introdução, notas e comentários. In: IRINEU DE LIÃO, Contra as heresias. São Paulo: Paulus, 1995. p. 9-27.

UBIÑA, José Fernández; SOTOMAYOR, Manuel (Org.). Historia del cristianismo I: el mundo antiguo. Madrid: Trotta, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-6736.2017.1.26292

ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS