O essencial e o supérfluo na perspectiva de Lucas 7,38-50

José Neivaldo de Souza

Resumo


Como abordar temas tão importantes como: o essencial, o supérfluo e o consumo e situá-los entre os dois campos: mercado e fé? Eis uma pergunta provocadora que norteará este artigo. No seguimento de Jesus, a Igreja se depara com situações complexas e se vê confusa ao ter que discernir entre o essencial e o supérfluo. Uma análise do texto de Lucas (7,38-50) ajudará a encontrar caminhos mais conscientes para, não só lidar com a realidade do mercado, da geração do luxo e do lixo, mas, sob à luz do Espírito Santo, responder sobre o que de fato é essencial à vida.


Palavras-chave


Essencial. Supérfluo. Lucas. Fé. Compaixão.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Zygmunt. Arte da Vida. Rio de Janeiro: Zahar, 2009.

______. Vida Líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2009.

BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo: Paulinas, 1985.

GRENZER, Mathias; GRENZER, Francisca A. F. O rompimento do frasco (Mc 14,3). Revista de Cultura Teológica, São Paulo, v. II, n. 86, p. 279-290, jul.-dez. 2015.

GRENZER, Matthias; GRENZER, Francisca A. F. A untura de Jesus por Maria (Jo 12,3). Revista de Cultura Teológica, v. II, n. 88, p. 357 -369, jul.-dez. 2016.

JUNGES, José Roque. Ética ambiental. São Leopoldo: Unisinos, 2004.

LIPOVETSKY, Giles. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

QUEIRÓZ, Edison. Transparência no Ministério. São Paulo: Vida, 1998.

REIMER, Ivone R. Grava-me como selo em teu coração. São Paulo: Paulinas, 2005.

MACIEL, Camila. Produção de lixo no país cresce 29% em 11 anos, mostra pesquisa. 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-6736.2017.1.25418

ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS