Sinais de uma caminhada ecumênica no catolicismo

Vitor Hugo Lourenço

Resumo


O ecumenismo é a vocação primeira de todas as igrejas cristãs. Partindo dessa premissa, o presente artigo busca analisar, a partir do catolicismo, os sinais históricos de sua caminhada ecumênica mais recente. Para este propósito, tem-se como ponto de partida o Concílio Vaticano II, de modo particular o seu Decreto
Unitatis Redintegratio (UR), visando compreender o que significa o ecumenismo, seus desdobramentos, implicações, avanços e retrocessos. Proporcionando um tempo de esperança e abertura na vida da Igreja Católica, o pontificado de Francisco tem se mostrado sensível ao diálogo ecumênico, mostrando e recuperando sinais de que o diálogo e o movimento ecumênico encontram novamente no catolicismo um solo fecundo para crescer e lançar novas sementes.


Palavras-chave


Ecumenismo. Vaticano II. Caminhada. Sinais. Abertura. Papa Francisco.

Texto completo:

PDF

Referências


BERKENBROCK, Volney José. Renovando o sonho ecumênico. In: SILVA, José Maria (Org.). Papa Francisco: perspectivas e expectativas de um

papado. Vozes: Petrópolis, 2014. p. 182-197.

BRIGHENTI, Agenor. Perfil pastoral da Igreja que o Papa Francisco sonha. In: SILVA, José Maria (Org.). Papa Francisco: perspectivas e expectativas de um papado. Vozes: Petrópolis, 2014. p. 13-25.

CARDOSO, Maria Teresa de Freitas. Aspectos ecumênicos da Evangelii Gaudium. In: AMADO, Joel Portela; FERNANDES, Leonardo Agostini (Org.). Evangelii Gaudium em questão: aspectos bíblicos, teológicos e pastorais. São Paulo: Paulinas/Editora PUCRIO, 2015. p. 251-262.

CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ. Declaração Dominus Iesus: sobre a Unidade e a Universalidade salvífica de Jesus Cristo e da Igreja. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 2000.

COSTA, Françoá. A nova perspectiva ecumênica do Concílio Vaticano II. Faculdade Católica de Anápolis, 2013. Disponível em: http://catolicadeanapolis.edu.br/revmagistro/wp-content/uploads/2013/05/A-NOVA-PERSPECTIVA-ECUM%C3%8ANICA-DO-CONC%C3%8DLIO-VATICANO-II.pdf>. Acesso em: 19 maio 2016.

JOÃO XXIII, Discurso do Papa João XXIII na abertura solene do Concílio, In: COSTA, L. (Org.). Documentos do Concílio Ecumênico Vaticano II. São Paulo: Paulus, 1997.

JOÃO PAULO II. Carta encíclica Ut Unum Sint. Sobre o empenho ecumênico. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 1995.

KASPER, Walter. Pontifício Conselho para a União dos Cristãos – Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos (18 a 25 de janeiro de 2008) – Reflexões do Cardeal Walter Kasper: Caminho e significado do Movimento Ecumênico. Disponível em: http://www.vatican.va/roman_curia/pontifical_councils/chrstuni/card-kasper-docs/rc_pc_chrstuni_doc_20080117_kasper-cumenismo_po.html. Acesso em: 19 maio 2016.

PASSOS, João Décio. Papa Francisco: entre a crise o carisma. Revista Eclesiástica Brasileira, Petrópolis, v. 75, n. 297, p. 8-31, mar. 2015.

SUESS, Paulo. Dicionário da Exortação Evangelii Gaudium: 50 palavras-chave para uma leitura pastoral da Exortação Evangelii Gaudium – a alegria do Evangelho. São Paulo: Paulus, 2015.

WOLFF, Elias. Caminhos do ecumenismo no Brasil: História, Teologia, Pastoral. São Paulo: Paulinas, 2002.

______. Igrejas e ecumenismo: uma relação identitária. Revista Estudos Teológicos – EST, São Leopoldo, v. 45, n. 2, p. 18-30, 2005.

______. O ecumenismo no horizonte do Concílio Vaticano II. Revista Atualidade Teológica – Departamento de Teologia PUCRIO, Rio de Janeiro, ano XV, n. 39, p. 403-428, set.-dez. 2011.

______. O ensino ecumênico do Concílio Vaticano II. In: BRIGHENTI, A.; ARROYO, F. M. (Org.). O Concílio Vaticano II: batalha perdida ou esperança renovada? São Paulo: Paulinas, 2015.

______. Reformas na igreja: chegou a vez do catolicismo? Uma aproximação dos 50 anos do Vaticano II e os 500 anos da reforma luterana, no contexto do pontificado do papa Francisco. Revista Horizonte – PUCMinas, Belo Horizonte, v. 12, n. 34, p. 534-567, abr.-jun. 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-6736.2016.1.25004

ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS