A apatia sobrenatural e a vontade de sentido: Pascal e Frankl

Carlos Frederico Lauer Garcia

Resumo


Neste trabalho, apresentamos um paralelo entre Blaise Pascal e Viktor Frankl a partir da comparação entre a finitude da compreensão humana e o desejo humano de um sentido infinito. Num primeiro momento, trataremos da expressão “apatia sobrenatural” em Pascal. Em seguida, apresentaremos a relação, ainda em Pascal, entre o sofrimento e a perturbação dessa apatia. Com relação a Frankl, examinaremos primeiramente a relação entre sentido e transcendência, mesmo no sofrimento. A partir daí, concluiremos com a questão de um sentido infinito. Ao longo do texto, proporemos um diálogo entre nossos autores, principalmente a partir da segunda parte.

Palavras-chave


Apatia. Sentido da vida. Sentido infinito. Sofrimento. Transcendência. Vontade de sentido.

Texto completo:

PDF PDF

Referências


FERREYROLLES, Gérard. Les Reines du monde: l´imagination et la coutume chez Pascal. Paris: Honoré Champion Éditeur, 1995.

FRANKL, Viktor. A presença ignorada de Deus. 7. ed. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 1992.

______. A vontade de sentido: fundamentos e aplicações da logoterapia. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2013.

______. Em busca de sentido. Um psicólogo no campo de concentração. 25. ed. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 2008.

______. Um sentido para a vida: psicoterapia e humanismo. Aparecida: Editora Santuário, 1989.

MICHON, H. L’ordre du coeur: philosophie, théologie et mystique dans les Pensées de Pascal. Paris: Honoré Champion, 1996.

PASCAL, Blaise. Oeuvres complètes. Organização por Louis Lafuma. Paris: Seuil, 1963.

______. Pensamentos. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1961.

PONDÉ, L. F. O homem insuficiente: comentários da antropologia pascaliana. São Paulo: EDUSP, 2001.

PETER, Ricardo. Viktor Frankl: a antropologia como terapia. São Paulo: Paulus, 1999.

RUSSIER, J. La foi selon Pascal: Dieu sensible au coeur. Paris: PUF, 1949.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-6736.2014.3.19788

ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS