Bioética e vulnerabilidade da população em situação de rua: um estudo a partir da realidade da cidade de Curitiba

Jorge Tarachuque, Waldir Souza

Resumo


O estudo tem como objetivo identificar a realidade da crescente população em situação de rua, no contexto urbano da cidade de Curitiba, vivendo em estado de vulnerabilidade, agravada pela ausência de uma política pública adequada em relação à vida deste grupo humano: sem moradia, cuidados de saúde, trabalho, espaços públicos de acolhimento, onde possam tomar um banho e lavar suas roupas; sem formação, acesso aos benefícios sociais e um tratamento específico para os dependentes químicos. A ausência de uma política pública adequada, expressa a indiferença do município, própria da globalização do capital, em sua lógica de exclusão e descarte. Esse fato traz para a Bioética o desafio de pesquisar o conceito de vulnerabilidade, considerando sua epigênese. O estudo se dá em diálogo com a Bioética de Intervenção, Bioética da Proteção e a Teologia e visa somar na luta da população em situação de rua por dignidade e vida.

Palavras-chave


População em Situação de Rua. Vulnerabilidade. Bioética de Intervenção. Bioética da Proteção. Teologia.

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS