Lex orandi – fonte da Espiritualidade cristã: aspectos de teologia litúrgico-espiritual

Vanderson de Souza Silva

Resumo


O presente artigo intenta perquerir a temática da Espiritualidade Cristã que encontra na Lex orandi sua fonte mais genuína. A questão central é esta: a liturgia é a espiritualidade da Igreja, como assevera Neunheuser, assim, nosso estudo gravita em torno da Liturgia como locus privilegiado da Espiritualidade Eclesial. Para isso, serão perqueridos aspectos lexicais, históricos e teológicos do binômio espiritualidade-liturgia.

Palavras-chave


Espiritualidade. Liturgia. Lex orandi. Espiritualidade Eclesial.

Texto completo:

PDF

Referências


AGOSTINHO. Sermão 85,1.

AUGÉ, M. Liturgia – história, celebração, teologia e espiritualidade. São Paulo: Ave Maria, 1996.

BEAUDUIN, L. Histoire du mouvement liturgique. Esquisse historique dépuis le début du XIX jusq`au pontifical de Pie X. In: Lex Orandi 3, Paris, 1945.

BALTHASAR, Hans Urs von. El misterio pascual. In: Mysterium Salutis. Fundamentos de la dogmátima como historia de la salvación 3/1. Madrid, 1969.

BECKHÄUSER, Alberto. O Sentido da Liturgia das Horas. Petrópolis: Vozes, 1996.

BERGAMINI, A. Cristo, festa da Igreja – o Ano Litúrgico. São Paulo: Paulinas, 1994.

BÍBLIA DE JERUSALÉM: antigo e novo testamento. São Paulo: Paulus, 2002.

CALVINO, J. Institución, III.20.34.

CELAM. Manual de Liturgia IV: a celebração do mistério Pascal. São Paulo: Paulus, 2007.

DELARUELLE, E. La Gaule chrétienne à l’ époque franque. In: Revue d’Histoire de l’Eglise de France 38, 1952.

FLORES, J. J. Introdução à Teologia Litúrgica. São Paulo: Paulinas, 2006.

GILSON, E. Études de philosophie médiévale. Université de Strasbourg, 1921.

ISNARD, C. Dom Martinho: vida e obra do grande abade do Mosteiro de S. Bento do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Lumen Christi, 1999.

IGLÉSIAS, Paula. Uma Lectio Divina: na Bíblia, na História de Israel, na Liturgia. Juiz de Fora: Edições Subiaco, 2010.

IRABURU, J. M. Espiritualidad católica. Madrid: [?], 1982.

LE BRAS, G. Les pénitentiels irlandais. In: La vie quotidienne dans

l’Empire caroligien. Paris, 1973.

LECIONÁRIO. São Paulo: Paulinas, 1994.

LOYOLA, I. Gli scritti. Turin: Utet, 1977.

L’OSSERVATORE ROMANO. n. 24, 14 de Agosto de 1992, p. 22.

LUPI, J. E. P. Humanismo medieval (org. com Arno Dal Ri Júnior). Unijuí, 2005.

MARSILI, S. Mistero di Cristo e liturgia nello Spirito. Cidade do Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 1986.

MARTÍN, J. L. A Liturgia da Igreja. Teologia, história, espiritualidade e pastoral. São Paulo: Paulinas, 2006.

MAZZA, E. La mistagogia. Uma teologia della liturgia in epoca patrística. Roma: Edizione Liturgiche, 1988.

PÁDUA. L. P. Mística, mística crstã e experiência de Deus. In: Atualidade Teológica, 15, 2003. p. 344-373.

PELLEGRINO, Michele. Dicionário Patrístico e de Antiguidades Cristãs. Petrópolis: Vozes, 2002.

POULAIN, A. Des grâces d´oraison: traité de théologie mystique. Paris: Beauchesne, 1931.

RATZINGER, Joseph. Introdução ao cristianismo. São Paulo: Herder, 1970.

SÃO JOÃO DA CRUZ. Subida do Monte Carmelo. In: Obras completas. Petrópolis: Vozes, [?].

SARTORE, D; TRIACCA, A. M. Dicionário de Liturgia. São Paulo: Paulinas, 1993.

SILVA, J. A. O Movimento litúrgico no Brasil. Estudo histórico. Petrópolis: Vozes, 1983.

SUDBRACK, J. Mística: a busca do sentido e a experiência do absoluto. São Paulo: Loyola, 2007.

TOLDO, R. L`anno litúrgico come itinerário permanente dela comunità Cristiana. In: Rivista Liturgica, ano 1988, n. 4, p. 531-553.

TRIACCA. A. Espirito Santo. In: SARTORE, D; TRIACCA, A. M. Dicionário de Liturgia. São Paulo: Paulinas, 1993.

VAGAGGINI, Cipriano. Il senso teologico della liturgia. 5. ed. Roma, 1968.

VAUCHEZ, A. A espiritualidade na Idade Mádia Ocidental – Séculos VIII a XIII. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1995.

VELASCO, M. El fenómeno místico. Estudio comparado. Madrid: Editorial Trotta, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-6736.2014.3.10633

ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS