Dados Normativos do Teste de Atenção por Cancelamento (TAC) em Estudantes do Ensino Fundamental

Izabel Hazin, Jorge Tarcísio da Rocha Falcão, Daniell Garcia, Ediana Gomes, Rodolpho Cortez, Samantha Maranhão, Thayza Menezes, Maria da Graça Bompastor Borges Dias

Resumo


O presente artigo traz dados de normatização do Teste de Atenção por Cancelamento (TAC). Participaram do estudo 524 sujeitos, com idades entre sete e 16 anos, estudantes do ensino fundamental das redes pública e privada da cidade de Natal/RN. Foram analisadas as diferenças de desempenho dos estudantes em função do tipo de escola, sexo e faixa etária. Verificou-se que as variáveis: nível de escolaridade e tipo de escola mostraram-se estatisticamente significativas (p < 0,05), enquanto a variável sexo não apresentou relevância para diferenciação de desempenho dos estudantes. Em termos de acurácia e velocidade em tarefas que avaliam a seletividade e alternância, constatou-se aumento significativo no desempenho dos estudantes nas três primeiras séries do ensino fundamental e estabilização dos resultados nos três últimos anos, o que aponta para estabelecimento de platô no desenvolvimento atencional. O TAC apresentou sensibilidade para a detecção de aspectos neurodesenvolvimentais e características socioculturais do funcionamento cognitivo humano.

Palavras-chave


testes de cancelamento, psicometria, normas de desempenho

Texto completo:

PDF




e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.