Avaliação assistida em crianças com problemas de comunicação e de aprendizagem em contexto de intervenção

Tatiane Lebre Dias, Kely Maria Pereira de Paula, Sônia Regina Fiorim Enumo, Erika da Silva Ferrão

Resumo


A inclusão escolar tem demandado novas formas de avaliar os processos de aprendizagem de crianças com necessidades educativas especiais ou dificuldades de aprendizagem (DA). As contribuições da avaliação assistida para essa área foram apresentadas neste trabalho que reuniu dados de dois estudos feitos com crianças de 8 a 12 anos de idade, sendo 7 com déficits (leve a severo) nas habilidades de linguagem e comunicação, usando-se o Children’s Analogical Thinking
Modifiability Test (CATM) adaptado, antes e após intervenção com Sistema Computadorizado de Comunicação Alternativa
e Ampliada (CAA), e 34 alunos com DA, pelo Jogo de Perguntas de Busca com Figuras Diversas (PBFD), antes e após programa de promoção da criatividade. Também foram aplicadas provas cognitivas psicométricas, observando-se baixo desempenho. Contudo, todas as crianças apresentaram ganhos entre o pré e pós-teste. Os dados mostram que a modalidade assistida de avaliação é prescritiva e sensível para avaliar os efeitos de programas para essa população.

Palavras-chave


Avaliação assistida; problemas de comunicação; dificuldades de aprendizagem; programas de intervenção.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.