Perfis de estudantes e a relação entre abordagens de aprendizagem e rendimento escolar

Cristiano Mauro Assis Gomes

Resumo


O presente estudo investiga se grupos de estudantes com perfis distintos de abordagens, profunda e superficial, apresentam diferenças no rendimento escolar. Foram analisados dados de 679 estudantes do ensino fundamental e médio de uma escola particular de Belo Horizonte. Para identificação e comparação dos grupos foram realizados os procedimentos de agrupamento em clusters, através da técnica k-means, e análise da variância através da ANOVA. Quatro perfis de estudantes foram identificados: profundos (alta AP e baixa AS), superficiais (baixa AP e alta AS), estratégicos (alta AP e alta AS) e não estratégicos (baixa AP e baixa AS). Os estudantes profundos apresentam desempenho superior em todas as disciplinas e os estudantes superficiais apresentam desempenho inferior. As diferenças entre os perfis são discutidas, assim como suas implicações para a teoria das abordagens.

Palavras-chave


Abordagens de aprendizagem; perfis; rendimento.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.