Proposta de uma medida de empatia focada em grupos: validade fatorial e consistência interna

Lilian Kelly de Sousa Galvão, Cleonice Pereira dos Santos Camino, Valdiney Veloso Gouveia, Nilton Soares Formiga

Resumo


O presente artigo procurou reunir evidências da validade fatorial e consistência interna de uma Escala de Empatia focada em Grupos (EEG). Para tanto, foram realizados dois estudos: o primeiro refere-se a um estudo exploratório e o segundo a uma validação confirmatória. Foram utilizadas duas amostras, com aproximadamente 200 adolescentes cada. Os participantes responderam a EEG e a um questionário demográfico. Os resultados da análise de componentes principais identificaram quatro fatores representativos da estrutura interna do instrumento, com um Alfa total de 0,83. Uma análise fatorial confirmatória revelou indicadores psicométricos aceitáveis para o modelo com quatro fatores em comparação com outros modelos. De uma maneira geral, o presente estudo traz contribuições significativas para a compreensão da dimensionalidade do construto da empatia.

Palavras-chave


Empatia; avaliação; adolescentes.

Texto completo:

PDF




e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.