Dermatite Atópica: experiência com grupo de crianças e familiares do ambulatório de dermatologia sanitária

Luciana Castoldi, Maria da Graça Alves Labrea, Giansqui Tremea Oliveira, Betina Soldateli Paim, Claire Rosana Barboza Rodrigues

Resumo


A dermatite atópica (DA) é uma doença inflamatória da pele, de caráter crônico, caracterizada por prurido intenso e frequentemente associada a outras atopias. Este artigo relata a experiência de um grupo de crianças e familiares de portadores de DA, que participaram de uma modalidade de atendimento interdisciplinar, incluindo profissionais da medicina, psicologia, nutrição e serviço social. Os grupos foram realizados mensalmente e contaram com participação média de 20 pessoas, tendo como tema a saúde da pele e os aspectos psicossociais relacionados ao desenvolvimento e agravamento da doença. Os achados apontam que a abordagem interdisciplinar resultou em um aumento da adesão, verificado pela presença das crianças nos grupos e consultas clínicas. Percebeu-se que os pais que estabelecem uma boa relação de apego com seus filhos portadores de DA, revelaram maior colaboração com as rotinas de cuidado das crianças, apresentando uma evolução clínica mais rápida, com diminuição das lesões de pele.

Palavras-chave


Dermatite atópica; pele; criança; relações familiares.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.