Psicologia e políticas de segurança pública: o analisador ‘Caveirão’

Cristiano da Costa Rebeque, Daniela Couto Jagel, Pedro Paulo Gastalho Bicalho

Resumo


Considerando a existência do veículo blindado ‘Caveirão’ um analisador das atuais políticas de segurança pública, este artigo defende, inicialmente, que a utilização de tal dispositivo relaciona-se ao que se denomina positivismo criminológico. O Caveirão evidencia uma política repressiva, baseada em estratégias de confrontação e intimidação e práticas policiais fundamentadas na ‘lógica do inimigo interno’ e na criminalização da pobreza. O artigo ainda discute as relações de poder que definem o conceito de fundada suspeita e a emergência das classes ditas perigosas de uma sociedade. A partir daí, sustenta-se a idéia de que a superação do positivismo criminológico requer a problematização das práticas policiais – que não se restringem às práticas da polícia – que legitimam e fazem o Caveirão funcionar.

Palavras-chave


criminologia, políticas de segurança pública, relações de saber-poder, transdisciplinaridade.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.