Alexia fonológica e alexia de superfície em hispano-falantes

Aldo Rodolfo Ferreres

Resumo


Apresentam-se estudos de casos de pacientes afásicos falantes de espanhol que mostram duas diferentes formas de alteração da leitura. O paciente LT apresenta um quadro compatível com alexia fonológica e o paciente MM, um quadro compatível com alexia de superfície. Os dois casos representam uma dupla dissociação que é relevante para a discussão sobre a aplicabilidade ao Espanhol da classificação das alexias e dos modelos de dupla rota de leitura propostos pela Neuropsicologia cognitiva. São apresentadas as tarefas necessárias para colocar em evidência estes quadros em pacientes que utilizam um sistema de escrita transparente como o Espanhol e discutem-se como os resultados afetam as propostas teóricas dos modelos de dupla rota e de mediação fonológica obrigatória.

Palavras-chave


Alexia fonológica; alexia de superficie; alteraciones de la lectura; dislexia adquirida; neuropsicologia

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.