Habilidades Sociais Educativas, Relacionamento Conjugal e Comportamento Infantil na Visão Paterna: Um Estudo Correlacional

Aline Costa Fantinato, Fabiana Cia

Resumo


A interação entre pais e filhos pode influenciar o comportamento das crianças, sendo necessário investigar especificamente quais os comportamentos parentais podem interferir no desenvolvimento infantil. Sendo assim, este estudo teve por objetivos: a) descrever as habilidades sociais educativas paternas, o relacionamento conjugal e os comportamentos infantis segundo a avaliação dos pais (homens) e (b) relacionar as habilidades sociais educativas paternas, o relacionamento conjugal e os comportamentos infantis. Participaram 40 pais de crianças em idade pré-escolar que responderam ao Roteiro de Entrevista de Habilidades Sociais Educativas Parentais, Questionário de Relacionamento Conjugal e Questionário de Capacidades e Dificuldades. Os resultados apontaram para a relação entre o baixo repertório de habilidades sociais educativas com variáveis negativas do relacionamento conjugal e problemas de comportamento das crianças, assim como, quanto melhor as habilidades sociais educativas, melhor a avaliação da relação conjugal e melhor também o repertório comportamental infantil.


Palavras-chave


Habilidades sociais educativas; Pai; Relacionamento conjugal; Problemas de comportamento; Habilidades sociais infantis.

Texto completo:

PDF

Referências


Benetti, S.P.C. (2006). Conflito conjugal: impacto no desenvolvimento psicológico da criança e do adolescente. Psicologia: Reflexão e Crítica, 19 (2), 261-268. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722006000200012

Bolsoni-Silva, A.T. (2003). Habilidades sociais educativas, variáveis contextuais e problemas de comportamento: Comparando pais e mães de pré-escolares (Tese de Doutorado não publicada). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, Brasil.

Bolsoni-Silva, A. & Loureiro, S.R. (2010). Validação do roteiro de entrevista de habilidades sociais educativas parentais (RE-HSE-P). Avaliação Psicológica, 9(1), 63-75.

Bolsoni-Silva, A.T., & Loureiro, S.R. (2011). Práticas educativas parentais e o repertório comportamental infantil: comparando crianças diferenciadas pelo comportamento. Paidéia, 21(48), 61-71.

Bolsoni-Silva, A.T., & Marturano, E.M. (2010). Questionário de Relacionamento Conjugal (material cedido pelos autores).

Bolsoni-Silva, A., Paiva, M. & Barbosa, C. (2009). Problemas de comportamento de crianças/adolescentes e dificuldades de pais/cuidadores: um estudo de caracterização. Psicologia Clínica, 21(1), 169-184. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-56652009000100012

Bolsoni-Silva, A.T. & Marturano, E.M. (2010). Relacionamento conjugal, problemas de comportamento e habilidades sociais de pré-escolares. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 26, n. 1, p. 67-75. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722010000100009

Bolsoni-Silva, A.T., Marturano, E.M., & Loureiro, S.R. (2011). Roteiro de Entrevista de Habilidades Sociais Parentais – RE-HSE-P. São Paulo: Vetor.

Bortonili, M. & Andretta, I. (2013). Práticas parentais coercitivas e as repercussões nos problemas de comportamento dos filhos. Psicologia Argumento, v. 31, n. 73, p. 227-235.

Braz, M.P., Dessen, M.A., & Silva, N.L.P. (2005). Relações conjugais e parentais: uma comparação entre famílias de classes sociais baixa e média. Psicologia: Reflexão e Crítica, 18 (2), 151-161. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722005000200002

Caballo, V.E. (2003). Manual de avaliação e Treinamento das Habilidades sociais. São Paulo: Editora Santos.

Chan, K.L. (2011). Children exposed to child maltreatment and intimate partner violence: A study of co-occurrence among Hong Kong Chinese families. Child Abuse & Neglect, v. 35, p. 532- 542. http://dx.doi.org/10.1016/j.chiabu.2011.03.008

Cia, F. Barham, E.J & Fontaine, A.M.G.V. (2010). Impactos de uma intervenção com pais: o desempenho acadêmico e comportamento das crianças na escola. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 23, n.3, p. 533-543, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722010000300014

Cia, F. & Barham, E.J. (2009). O envolvimento paterno e o desenvolvimento social de crianças iniciando as atividades escolares. Psicologia em Estudo, v. 14, n. 1, p. 67-74. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722009000100009

Cid, M.F.B. (2011). Saúde mental de escolares: um estudo de prevalência e de fatores de risco e proteção. (Tese de Doutorado não publicada). Programa de Pós-Graduação em Educação Especial, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, Brasil.

Cummings, E.M., & O'Reilly, A. (1997). Fathers in family context: Effects of marital quality adjustment. In: LAMB, M.E. (Org.). The role of the father in child developmental. New York: John Wiley & Sons, 196-221.

De Oliveira, A.G., & Silva, R.R. (2011). Pai contemporâneo: Diálogos entre pesquisadores brasileiros no período de 1998 a 2008. Psicologia Argumento, v. 29, n. 66, p. 353-360.

Del Prette, Z.A.P., & Del Prette, A. (2005). Psicologia das habilidades sociais na infância: Teoria e Prática. Petrópolis: Vozes.

Del Prette, Z.A.P.; Del Prette, A. (2001). Psicologia das relações interpessoais: Vivências para o trabalho em grupo. Petrópolis: Vozes.

Dessen, M.A., & Braz, M.P. (2000). Rede social de apoio durante transições familiares decorrentes do nascimento de filhos. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 16 (3), 221-231. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722000000300005

Dessen, M.A., & Braz, M.P. (2005). As relações maritais e sua influência nas relações parentais: implicações para o desenvolvimento da criança. In: Dessen, M.A.; Costa Junior, A.L. (Orgs).A ciência do desenvolvimento humano (pp.132-151). Porto Alegre: Artmed. Durand, J.G.; Schraiber, L.B.; França-JunioR, I. & Barros, C. (2011). Repercussão da exposição à violência por parceiro íntimo no comportamento dos filhos. Revista de Saúde Pública, 45(2), p. 355-364.

Emery, R.E., & Tuer, M.D. (1993). Parenting and the marital relationship.In: Luster, T. & Okagaki, L. (Orgs). Parenting an ecological perspective (p.121-148). Hillsdate: Lauvrence Eilbaum.

Gargiulo, R.M. (2003). Special Education in Contemporary Society- An Introduction to Exceptionality. Belmont (CA): Wadsworth/ Thomson Learning.

Goodman, R. (1997). The Strengths and Difficulties Questionnaire: A research note. Journal of Child Psychology and Psychiatry, 38(65), p. 581-586. http://dx.doi.org/10.1111/j.1469-7610.1997.tb01545.x

Gresham, F.M. (2009). Análise do comportamento aplicada às habilidades sociais. In: Del Prette, Z.A.P.; Del Prette, A. (Orgs.). Psicologia das habilidades sociais: Diversidade teórica e suas implicações. Petrópolis: Vozes, p. 17-66.

Leme, V. & Bolsoni-Silva, A.T. (2010). Habilidades Sociais Educativas Parentais e comportamentos de pré-escolares. Estudos de Psicologia, 15(2), 161-173. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2010000200005

Lindsey, E.W.; Caldera, Y.M. & Iankersley, L. (2009). Marital conflict and the quality of young children's peer play behavior: the mediating and moderating role of parent-child emotional reciprocity and attachment security. Journal of Family Psychology, 23(2), p. 130-145. http://dx.doi.org/10.1037/a0014972

Loss, H., & Cassemiro, L.F.K. (2010). Percepções sobre a qualidade da interação familiar e crenças autorreferenciadas em crianças. Estudos de Psicologia, 27(3), 293-303.

Silva, A. & Cia, F. (2012). Problemas de Comportamento: conceituação e possibilidades de intervenções para pais e pofessores. Jundiaí, SC: Paco Editorial.

Villas Boas, A.C.V.B., Dessen, M.A., & Melchiori, L.E. (2010). Conflitos conjugais e seus efeitos sobre o comportamento de crianças: uma revisão teórica. Arquivos Brasileiros de Psicologia, 62(2), 91-112.

Schudlich, T.D.D.R., Shamir, H. & Cummings, E.M. (2004). Marital Conflict, Children´s Representations of Family Relationships, and Children´s Dispositions Towards Peer Conflict Strategies. Social Development, 13 (2), 171- 192. http://dx.doi.org/10.1111/j.1467-9507.2004.000262.x

Slack, K.S.; Berger, L.M.; Dumont, K.; Yang, M.Y.; Kim, B.; Ehrhard-Dietzel, S. & Holl, J.L.(2011). Risk and protective factors for child neglect during early childhood: A cross-study comparison. Children and Youth Services Review, v. 33, p. 1354-1363. http://dx.doi.org/10.1016/j.childyouth.2011.04.024




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-8623.2015.1.17330

ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.