Aplicação de Medidas Socioeducativas em Adolescentes: Avaliação Auxiliar às Tomadas de Decisão

Maria Cristina Maruschi, Ruth Estevão, Marina Rezende Bazon

Resumo


A avaliação de adolescente em conflito com a lei, para definição da medida socioeducativa mais apropriada e a elaboração do plano de intervenção, é tarefa fundamental ao sistema de Justiça Juvenil. O presente artigo relata estudo com instrumento de origem canadense, o Youth Level of Service/Case Management Inventory (YLS/CMI), embasado nos fatores de risco associados à persistência da conduta infracional, com o objetivo de aferir sua capacidade preditiva e compará-lo a outros dois, o Inventário de Personalidade de Jesness e a Escala Fatorial de Socialização. A amostra foi composta de 40 adolescentes que praticaram ato infracional e seus pais/responsáveis, e a coleta de dados deu-se por meio de entrevistas semiestruturadas. Resultados denotaram boa convergência entre os instrumentos, sendo o YLS/CMI capaz de identificar adolescentes apresentando diferentes níveis de risco e de predizer satisfatoriamente sua conduta entre 6 e 12 meses, após a avaliação inicial.


Palavras-chave


Avaliação; Fator de risco; Adolescência; Delinquência juvenil.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.