Sexualidade e metodologia: uma análise retrospectiva para uma recolha de dados eficiente

Alexandra Isabel Cabral da Silva Gomes, Cristina Nunes

Resumo


A importância de uma recolha de dados eficiente promove, muitas vezes, o sucesso de um trabalho empírico. No entanto, temas que abordem aspectos mais íntimos dos participantes podem provocar enviusamentos que prejudiquem os resultados obtidos. A sensível temática da sexualidade tem representado um dos campos de mais complexo acesso, tendo esta análise como objectivo um levantamento das possíveis técnicas de recolha de dados, suas vantagens e desvantagens, bem como algumas sugestões relativamente à forma de contornar os problemas de cada uma.

Palavras-chave: Sexualidade; metodologia de recolha de dados; medidas de auto-resposta.

Palavras-chave


Sexualidade; Metodologia de Recolha de Dados; Medidas de auto-resposta; Psicologia da Saúde

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.