Discrepância e sua utilidade para o estudo da coesão e hierarquia em díades familiares

Maycoln Leôni Martins Teodoro, Christoph de Oliveira Käppler, Marimília Rodrigues Lambertucci, Sylvia Hiromi Oswald

Resumo


Este estudo desenvolve e explora o conceito de Discrepância em díades através da avaliação da coesão e hierarquia familiar. Foram investigadas 62 crianças pertencentes a uma escola particular de Belo Horizonte. Os participantes forneceram informações sobre as díades Pai-Criança, Mãe-Criança e Pai-Mãe por meio do Familiograma. Os resultados mostraram que, para a coesão, os atores utilizam, geralmente, a mesma quantidade de recursos, produzindo um padrão de baixa Discrepância. A única exceção refere-se ao relacionamento entre as crianças do grupo masculino e respectivas mães. Com relação à hierarquia, foi encontrado um padrão claramente discrepante para as díades Pai-Criança e Mãe-Criança, nas quais os pais possuem mais hierarquia do que as crianças. Os resultados encontrados confirmam, de modo geral, as expectativas teóricas e demonstram a utilidade metodológica do conceito de Discrepância na avaliação de sistemas familiares.

Palavras-chave


Discrepância, Coesão; Hierarquia; Avaliação Familiar; Psicologia da Família

Texto completo:

PDF




e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.