Sofrimento-Prazer: Dinâmica do Trabalho de Profissionais de Saúde Mental de um Hospital Psiquiátrico Público

Cláudia de Negreiros Magnus, Álvaro Roberto Crespo Merlo

Resumo


Este artigo trata da dinâmica do trabalho de profissionais de saúde mental de um hospital psiquiátrico público do estado do Rio Grande do Sul e suas implicações em relação ao sofrimento e ao prazer. O aporte teórico metodológico utilizado na pesquisa foi o da Psicodinâmica do Trabalho. Os dados foram obtidos através da pré-pesquisa e dos encontros realizados com o grupo de trabalhadores que atuam em unidades de internação de pacientes agudos. Constatou-se que estes trabalhadores utilizam estratégias coletivas de defesa e estratégias coletivas de saúde. No entanto, tais estratégias operam de forma conservadora porque não alteram o modo pelo qual o trabalho está organizado, mas, permitem minimizar o sofrimento e obter algum prazer.

Palavras-chave


Psicodinâmica do trabalho; hospital psiquiátrico; trabalhadores de saúde mental; esfera pública.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.