O Nosso Negócio é o Bem Comum: Representações Sociais no Discurso da Empresa Socialmente Responsável

Denise Carvalho Tatim, Pedrinho Arcides Guareschi

Resumo


O artigo discute os resultados de uma pesquisa sobre a responsabilidade social empresarial, cuja questão central foi compreender como se estrutura essa representação social, as estratégias ideológicas que encobre e sua função na fase atual do capitalismo internacional. Na perspectiva da psicologia social crítica e com o referencial da teoria das representações sociais e do conceito crítico de ideologia, foram analisados relatórios sociais de oitenta e seis empresas reconhecidas como modelo em responsabilidade social no Brasil, por meio da metodologia da hermenêutica de profundidade. Foi identificada a apropriação da proposta da responsabilidade social por grandes empresas privadas nacionais e multinacionais, que utilizando estratégias ideológicas de poderosas representações sociais, constroem a imagem de agentes do bem comum. O discurso disseminado através da mídia se articula com a prática da filantropia, criando e reforçando relações de dependência e reafirmando o projeto do capitalismo neoliberal em suas manobras de adaptação e reprodução.

Palavras-chave


Ideologia; responsabilidade social empresarial; representações sociais.

Texto completo:

PDF




e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.