Propriedades Psicométricas da Escala de Autoeficácia Geral Percebida (EAGP)

Juliana Burges Sbicigo, Marco Antônio Pereira Teixeira, Ana Cristina Garcia Dias, Débora Dalbosco Dell’Aglio

Resumo


Este estudo analisou as propriedades psicométricas da Escala de Autoeficácia Geral Percebida (EAGP) em adolescentes do Rio Grande do Sul, Brasil. Participaram 1.007 estudantes (60,5% meninas) com idades entre 12 e 18 anos, de escolas públicas. Conforme esperado, resultados de análises fatoriais exploratórias e confirmatórias, realizadas com subconjuntos independentes da amostra total, indicaram a unidimensionalidade da medida. A fidedignidade do instrumento nesta amostra, avaliada pelo alpha de Cronbach, foi de 0,85, sendo considerada alta. Da mesma forma, todos os itens apresentaram correlações item-restante satisfatórias. Os resultados indicam que a versão brasileira da EAGP apresenta evidências de validade e de confiabilidade para avaliar autoeficácia geral em adolescentes.

Palavras-chave


Autoeficácia; escala de avaliação; psicometria.

Texto completo:

PDF




e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.