Reprodução Interpretativa e Cultura de Pares nos Grupos de Brincadeira da Ilha dos Frades/BA

Angélica Amanda Campos Seixas, Bianca Becker, Ilka Dias Bichara

Resumo


A brincadeira é reconhecida como prática que possui estreitas relações com o contexto sociocultural em que se manifesta. Este estudo objetivou analisar as inter-relações entre brincadeira e cultura por meio dos aspectos de Reprodução Interpretativa e da Cultura de Pares presentes nos episódios de brincadeira de rua observados entre grupos de crianças e adolescentes da Ilha dos Frades, comunidade não urbana pesqueira pertencente ao município de Salvador - BA. Tratou-se de um estudo descritivo, cujo procedimento de coleta de dados foi a observação naturalista do comportamento. Os dados foram analisados qualitativamente a partir de categorias empíricas. Os resultados indicam a presença de elementos de Reprodução Interpretativa e Cultura de Pares nas brincadeiras, tais como, temática local do papel do marinheiro e culto a Yemanjá e presença de zombarias nas brincadeiras. Discutem-se como tais elementos propiciam a participação da criança na construção da cultura maior através da brincadeira.

Palavras-chave


Brincadeira; contexto sociocultural; reprodução interpretativa; cultura de pares.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.