Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Na Psico são publicados resultados de pesquisas empíricas ou revisões sistemáticas na área da Ciência Psicológica, em especial estudos e experimentos englobando psicologia cognitiva, avaliação psicológica, psicologia social, psicologia do desenvolvimento, psicologia da saúde, psicologia clínica, neuropsicologia e psicobiologia. São publicados artigos nos quais sejam empregados claramente métodos de investigação na área da Psicologia e cujos resultados contribuam para o avanço da Ciência Psicológica.

 

Políticas de Seção

Editorial

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenha

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Seção Especial - 40 anos da revista Psico

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relato de Experiência

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigo Original

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os textos submetidos são avaliados formalmente, em primeiro lugar, pela equipe editorial, que pode solicitar correções e complementos. Os textos que não se enquadrarem no escopo da Revista, que não cumprirem requisitos mandatórios ou que não forem adequados dentro do prazo serão arquivados.

Uma vez constatada a admissibilidade da submissão, são solicitados dois pareceres de pessoas especializadas na temática, que servirão de subsídio aos editores, permanecendo com estes a decisão última. A publicação de trabalhos está condicionada ao cumprimento de suas recomendações. Na avaliação são levados em conta a originalidade do tratamento do tema, a consistência e o rigor da abordagem e sua contribuição e adequação à linha temática da revista.

O sistema de revisão é duplo-cego: os nomes dos pareceristas permanecerão em sigilo, omitindo-se também os nomes dos autores perante os pareceristas.

Dos avaliadores espera-se que sejam objetivos em sua avaliação. Havendo algum conflito de interesse ou dificuldade em formular um juízo sem influência significativa de fatores externos, devem contatar os editores. Espera-se que indiquem literatura relevante, caso não tenha sido contemplada no texto.

O texto e as demais informações disponibilizadas no processo de avaliação devem ser tratados com sigilo e não podem ser utilizados para outra finalidade.

 

Periodicidade

Trimestral

 

Política de Acesso Livre

Este periódico proporciona acesso aberto a todo o seu conteúdo, seguindo o princípio de que tornar gratuito o acesso à pesquisa científica gera um maior intercâmbio global de conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre bibliotecas participantes e permite às bibliotecas criar arquivos permanentes da revista para preservação e restauração. Leia mais...

 

Breve histórico da Revista

A Revista Psico, criada em 1971, aceita trabalhos inéditos em Psicologia e áreas afins. Ao longo dos seus quase 50 anos, a Psico tem mantido sua presença regular e ininterrupta, passando por algumas alterações que demonstram o sucessivo empenho por parte do corpo editorial da revista, que busca constantemente o aperfeiçoamento técnico e científico do periódico.

 

Princípios de ética e boas práticas em publicação acadêmica

Os autores que relatam estudos com seres humanos devem considerar todos os aspectos éticos relacionados ao trabalho apresentado e apresentar (na parte de Métodos do manuscrito) informações detalhadas sobre o processo de consentimento informado, incluindo o método utilizado para avaliar a capacidade do participante para consentir participar no estudo e os cuidados adotados para proteger todos os participantes. Especificamente, os autores devem considerar todas as questões éticas relevantes em sua pesquisa e discuti-las se necessário.

Todos os pesquisadores relatando dados oriundos de pesquisa humana ou animal devem ter obtido a aprovação de sua pesquisa nos comitês de ética respectivos de sua instituição. Essa aprovação deve ser mencionada na parte de Métodos do manuscrito.

Nos países onde não existem comitês de ética ou órgãos similares, os autores devem incluir uma declaração de que a sua pesquisa foi conduzida de acordo com a Declaração de Helsinki, NIH Policy on Use of Laboratory Animals ou EU Directive on Use of Animals.

Todos os estudos envolvendo animais devem conter declaração de que os autores seguiram as diretrizes para o uso e cuidado de animais de laboratório vigentes em sua instituição e estabelecidos por Conselhos Nacionais de Pesquisa e pelas leis pertinentes de proteção animal.

A Psico é membro do Committee on Publication Ethics (Cope) e segue seus princípios.

Autoria

Os autores são titulares originários e serão responsáveis pela originalidade e autoria de sua criação, não sendo a editora penalizada, civil ou criminalmente, por eventual plágio ou conteúdo inadequado.

Ineditismo e originalidade

Ao submeter o manuscrito, os autores garantem que o trabalho não foi previamente publicado nem está sendo analisado por outra revista.

Não são aceitáveis cópias literais de trechos já publicados, a não ser em casos excepcionais, na forma de citação. Ilustrações e gráficos de outras fontes devem ser creditados ou acompanhados de permissão de seus titulares de direitos autorais, se aplicável.

Correção de erros e retratações

Os autores devem se comprometer com a casa publicadora, entregando o texto com linguagem adequada e apta à publicação. É necessário, no entanto, notificar o editor se algum erro for identificado, a fim de publicar uma errata.

Sigilo

O texto enviado para avaliação é um documento e será protegido de qualquer forma de exploração.

 

Outras Informações

Dados de catalogação

Ficha catalográfica elaborada pelo Setor de Tratamento da Informação da Biblioteca Central da PUCRS.

Política de taxas para submissão de artigos e Taxas para Processamento de Artigos (APCs)

Este periódico não cobra taxas para publicação.

Cobertura temática codificada de acordo com a classificação do CNPq, identificando primeiro e segundo níveis

  • Área principal: Psicologia
  • Qualis: A2
  • Período: 2013-2016