Os saberes da pedagogia no telejornalismo: Paulo Freire e a prática jornalística

Laerte José Cerqueira da Silva, Alfredo Eurico Vizeu Pereira Júnior

Resumo


Em várias obras e, em especial no livro Pedagogia da Autonomia, Paulo Freire apresenta saberes à prática educativa. Eles servem de orientações e recomendações aos profissionais da área. São eles: o rigor no método, a criticidade, a ética e a estética, a reflexão crítica sobre a prática, a apreensão da realidade, o reconhecimento de ser condicionado e o saber escutar. Como foco, uma ação ética, dialógica e emancipadora. Neste trabalho, fazemos a aproximação reflexiva do trabalho do profissional do (tele) jornalismo com esses sete saberes, construindo uma conexão que nos ajuda a entender o quão importante podem ser essas reflexões freirianas para o método de investigação jornalística, principalmente no que se refere ao protagonismo do profissional na construção da realidade. Percorremos este caminho para lembrar o inegociável compromisso social do jornalismo e para fortalecer a sua teoria, com foco na formação e conscientização do jornalista, enunciador pedagógico.


Palavras-chave


Telejornalismo. Função pedagógica. Paulo Freire.

Texto completo:

PDF

Referências


BERGER, Peter; LUCKMANN , Thomas. A construção social da realidade. Petrópolis: Vozes, 2005.

BENETTI, Márcia; FREITAS, Camila. A fenomenologia da memória e o “homem capaz” do jornalismo. Conexão – Comunicação e Cultura, Caxias do Sul, v. 14, n. 28, p. 167-185, jul./dez. 2015.

BRASIL. Presidência da República. Secretaria Especial de Comunicação Social. Pesquisa brasileira de mídia 2016: hábitos de consumo de mídia pela população brasileira. Brasília: Secom, 2016. https://doi.org/10.1590/1809-5844201638

CORCUFF, Philippe. As novas sociologias: construções da realidade social. Bauru: Editora Edusc, 2001.

CORNU, Daniel. Jornalismo e Verdade: para uma ética da informação.

Lisboa: Instituto Piaget, 1994.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017.

FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não: as cartas a quem ousa me ensinar. São Paulo: Olho d’agua, 1997. https://doi.org/10.26512/lc.v12i22.3292

FREIRE, Paulo. Cartas a Cristina. Rio de Janeiro: Paz e Terra,1994.

FREIRE, Paulo; GUIMARÃES, Sérgio. Sobre educação 2, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984.

GENRO FILHO, Adelmo. O segredo da pirâmide: para uma teoria marxista do Jornalismo. Florianópolis: Editora Insular, 2012.

KARAM, Francisco José Carlos. A moral profissional e a ética jornalística. UFSC, Florianópolis, 2009. Disponível em: https://monitorando.files.wordpress.com/2009/09/moral-profissional-e-etica-jornalistica.pdf. Acesso em: 01 de jul. 2017.

LIMA, Vinícius de. Comunicação e Cultura: as ideias de Paulo Freire. Brasília: Editora da UNB e Fundação Perseu Abramo, 2011.

LIPMMAN, Walter. Estereótipos. In: STEINBERG, Charles (org.). Meios de comunicação de massa. São Paulo: Cultrix, 1966.

MEDITSCH, Eduardo. O conhecimento do jornalismo. Florianópolis: Ed. UFSC, 1992.

MEDITSCH, Eduardo; FARACO, Mariana Bitencourt. O Pensamento de Paulo Freire sobre Jornalismo e Mídia. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 26, n. 1, 2003. https://doi.org/10.1590/1809-58442016313

MESQUITA, Giovana Borges. Intervenho, logo existo: a audiência potente e as novas relações no jornalismo. 2014, 198 f. Tese (Doutorado em Comunicação Social) - Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Recife, 2014.

PARK, Robert. A notícia como forma de conhecimento: um capítulo da sociologia do conhecimento. In: STEINBERG, Charles (org.). Meios de comunicação de massa. São Paulo: Cultrix, 1966.

RICOUER, Paul. O percurso do reconhecimento. São Paulo: Edições Loyola, 2006.

STRECK, Danilo; REDIN, Euclides; ZITOSKI, Jaime. Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

TEMER, Ana Carolina.; SANTANA, Mayara Jordana. Educação e Comunicação em Paulo Freire: reflexões sobre jornalismo de serviço à luz do pensamento freiriano. Comunicação & Mercado, Dourados, v. 3, n. 8, p. 4-15, jul./dez. 2014.

TUCHMAN, Gaye. La producción de la noticia: estudio sobre la construcción de la realidad. Barcelona: Gilli, 1983.

VERÓN, Eliseo. A produção do sentido. São Paulo: Cultrix, 1980

VILCHES, Lorenzo. Manipulación de la información televisiva. Barcelona: Paidós, 1989.

VIZEU, Alfredo. A audiência presumida no Jornalismo: o lado oculto do Telejornalismo. Florianópolis: Editora Insular, 2015.

VIZEU, Alfredo. Decidindo o que é notícia. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2014.

VIZEU, Alfredo. Jornalismo e Paulo Freire: o conhecimento do desvelamento. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 21, n. 3, p. 860-877, set/dez. 2014. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2014.3.17810

VIZEU, Alfredo. A construção do real no telejornalismo: do lugar de segurança ao lugar de referência. In: VIZEU, Alfredo (org.). A sociedade do telejornalismo. Petrópolis: Vozes, 2008. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2009.40.6321

VIZEU, Alfredo. O lado oculto do telejornalismo. Florianópolis: Editora Calandra, 2005.

VIZEU, Alfredo. O telejornalismo como lugar de referência e a função pedagógica. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 16, n. 40, p. 77- 83, dez. 2009. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2009.40.6321

VIZEU, Alfredo; CERQUEIRA, Laerte. 65 anos de televisão: o conhecimento do telejornalismo e a função pedagógica. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 23, n. 3, set/dez. 2016a. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2016.3.22638

VIZEU, Alfredo. Telejornalismo: efeitos para o bem e para o mal. In: EMERIN, Cárlida. O poder da linguagem telejornalística. In: EMERIN, Cárlida; FINGER, Cristiane; PORCELLO, Flávio. Telejornalismo e Poder. Florianópolis: Editora Insular, 2016b.

VIZEU, Alfredo; SANTANA, Adriana. O lugar de Referência e o Rigor do Método no Jornalismo: algumas considerações. Intexto, Porto Alegre, v. 1, n. 22, p. 38-48, jan/jun. 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-3729.2019.1.31212

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Métricas por PLOS ALM. Dados disponíveis somente após 12/2014.



 


 This journal is a member of, and subscribes to the principles of, the Committee on Publication Ethics (COPE) http://www.publicationethics.org

 


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.


ISSN-L: 1415-0549 | e-ISSN: 1980-3729 | Copyright: © 2017 EDIPUCRS

Avaliação do Qualis CAPES | ÁREA CAPES - Comunicação e Informação | CLASSIFICAÇÃO - A2

REVISTA FAMECOS: publicação do Programa de Pós-Graduação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PPGCOM/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681, Prédio 7 | Bairro Partenon - CEP: 90619-900 | Porto Alegre, RS, Brasil
tel/fax: 55 51 3320.3658
e-mail: revistadafamecos@pucrs.br

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS