Formação Continuada de Professores de Educação Infantil: o que revela o Banco de Teses da CAPES nos anos 2011-2012?

Dinorá Meinicke, Leda Lísia Franciosi Portal

Resumo


O presente artigo desvela a produção cientifica sobre Formação Continuada de Professores de Educação Infantil, desenvolvida em Programas de Pós-graduação em Educação no Brasil, disponíveis no Banco de Teses da CAPES, referente aos anos 2011 e 2012, ora disponível. Essa construção do estado de conhecimento apresenta o contexto em que estão inseridas as 04 (quatro) pesquisas/teses, objeto deste estudo, assim como discussões e concepções de Formação Continuada e Educação Infantil que sustentam tais estudos. Aponta os avanços das Políticas Nacionais de Educação relacionada ao tema e sinaliza aproximações nas discussões das pesquisas, assim como revela o insuficiente incremento das investigações cientificas na Formação Continuada dirigida a Professores de Educação Infantil com vistas à Inteireza do SER.

Palavras-chave


Banco de Teses CAPES. Estado do Conhecimento. Educação Infantil. Formação Continuada. Inteireza do SER.

Texto completo:

PDF

Referências


AKKARI, Abdeljalil. Internacionalização das Políticas Educacionais: Transformações e desafios. Petrópolis: Vozes, 2011.

ALARCÃO, Isabel. Compreendendo e construindo a profissão do Professor: da história da profissão Professor ao histórico profissional de cada Professor. Universidade de Aveiro: CIFOP, 2001.

AZEVEDO, Priscila Domingues de. O Conhecimento Matemático na Educação Infantil: O Movimento de um Grupo de Professoras em Processo de Formação Continuada. 01/12/2012 241 F. Doutorado em Educação Instituição de Ensino: Universidade Federal de São Carlos Biblioteca Depositária: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações - Bco/UFSCAR. Disponível em: http://www.capes.gov.br/ Acesso em: 27/03/2014.

BALBE, Marta Maria Gonçalves. A Contribuição da Formação Continuada para os Professores Da educação Infantil da Instituição Adventista do Paraná: Regional Norte ' 01/05/2011 137 f. Doutorado em Educação (Currículo) Instituição de Ensino: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Biblioteca Depositária: Biblioteca da PUC/SP. Disponível em: http://www.capes.gov.br/ Acesso em: 27/03/2014.

BREJO, Janayna Alves Políticas nacionais de formação de Professores. Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP/SP, 2012. http://www.capes.gov.br/ Acesso em: 27/03/2014

BRASIL. Lei n. 9394/1996, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm - Acesso em: 04/05/2014.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Diário Oficial, 1988.

BRZEZINSKI, Iria. LDB/1996: uma década de perspectivas e perplexidades na formação do profissional da educação. In: BRZEZINSKI, Iria (Org.). LDB dez anos depois: reinterpretação sob diversos olhares. 2. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2008. p. 167-194.

BRZEZINSKI, Iria. Política de formação de Professores: a formação do Professor dos anos iniciais do Ensino Fundamental, desdobramentos em dez anos da Lei n. 9394/1996. In: BRZEZINSKI, Iria (Org.). LDB dez anos depois: reinterpretação sob diversos olhares. 2. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2008. p. 195-219.

CATANANTE, Bene. A gestão do ser integral: como integrar alma, coração e razão no trabalho e na vida. São Paulo: Infinito, 2000.

CUNHA, Maria Isabel da. Formação Continuada. IN: MOROSINI, Marília Costa. Enciclopédia de Pedagogia Universitária. Glossário. Vol. 2. Brasília-DF, Brasil: INEP/MEC, 2006, p. 354.

CURY, Carlos Roberto Jamil. A Educação Básica como Direito. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 134, p. 293-303, maio/ago. 2008.

GARCIA, C. M. Formação de Professores para uma mudança educativa. Trad. Narciso, I. Portugal: Porto Editora, 1999.

GATTI, Bernardete A; Marina Muniz R. Nunes (Orgs.). Formação de Professores para o ensino fundamental: Instituições Formadoras e seus currículos. Relatório final: Pedagogia. São Paulo: Fundação Carlos Chagas/DPE, 2008.

GATTI, Bernardete A. Formação de Professores: Condições e problemas atuais. Revista Brasileira de Formação de Professores. v. 1, n. 1, p.90-102, maio. 2009. Disponível em: http://www.facec.edu.br/seer/index.php/formacaodeProfessores/issue/view/4 - Acesso em: 07 dez.2011.

GERALDI, C. M. G.; FIORENTINI, D.; PEREIRA, E. M. de A. (orgs). Cartografias do Trabalho Docente Professor(a) – Pesquisador(a). Campinas: Mercado de Letras, 1998.

GRACINDO, Regina Vinhaes. Sistemas municipais de ensino: limites e possibilidades. In: BRZEZINSKI, Iria (Org.). LDB dez anos depois: reinterpretação sob diversos olhares. 2. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2008. p. 220-245.

GOMES, Marineide de Oliveira. Formação de Professores na Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 2009.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo, Cortez, 2004.

IMBERNÓN, Francisco. Formação Docente e Profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2005. 77 v. (Coleção Questões da Nossa Época, v.77).

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de Vida e Formação. São Paulo: Cortez, 2007.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 3. ed. Goiânia: Alternativa, 2001.259 p.

MARCELO GARCIA, Carlos. Formação de Professores. Para uma mudança educativa. Portugal: Porto, 1999.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise textual Discursiva. Ijuí: UNIJUI, 2007.

NÓVOA, Antônio. Professores Imagens do Futuro Presente. Lisboa: Educa, 2009.

_________. Formação de Professores e profissão docente. In: NÓVOA, António (org.). Os Professores e a sua formação. 2. ed. Lisboa: Dom Quixote, 1995. p.13-33.

OLIVEIRA, Anatalia Dejane Silva de. Os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Educação Infantil na Bahia: Políticas e Práticas da Universidade Pública. 01/07/2012 319 F. Doutorado em Educação Instituição de Ensino: Universidade Federal de Goiás Biblioteca Depositária: BC-UFG. Disponível em: http://www.capes.gov.br/ Acesso em: 27/03/2014

PIMENTA, Selma Garrido, e GHEDIN, Evandro. Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002.

PORTAL, Leda Lísia F. Educação para Inteireza. IN: MOROSINI, Marília Costa. Enciclopédia de Pedagogia Universitária. Glossário. Vol. 2. Brasília-DF, Brasil: INEP/MEC, 2006, p.77.

SCHÖN, Donald. Formar Professores como profissionais reflexivos. In: Nóvoa, Antonio. Os Professores e sua formação. Lisboa: D. Quixote, 1992.

UNIVERSITAS: a produção científica sobre educação superior no Brasil, 1968 – 2000. Porto Alegre: GT Política de Educação Superior/ ANPED, 2002. http: //biblioteca.ead.pucrs.br/universitas.

ZEICHNER, K.M. Tendências da Pesquisa sobre formação de Professores nos Estados Unidos. In: Revista Brasileira de Educação. n. 9, ANPED, set./dez. p. 76-87




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/2179-8435.2014.2.18664

>

e-ISSN: 2179-8435

*********************************

Avaliação do Qualis CAPES - 2016

ÁREA CAPES - Educação

CLASSIFICAÇÃO - B2

ÁREA CAPES – Ensino

CLASSIFICAÇÃO – B1


Indexado em:
 

REDIB 

 *********************************

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS