Psicologia Positiva e bem-estar docente: Estado de Conhecimento (CAPES, 2011-2012)

Jordana Wruck Timm, Claus Dieter Stobäus, Juan José Moriño Mosquera

Resumo


São variadas as situações que afetam docentes em aspectos pessoais e profissionais, causando o denominado mal-estar docente, levando até a um estado de estresse ou mesmo esgotamento, destacando-se, entre eles: indisciplina discente, falta de qualificação, remuneração, gestão de tempo, tempo de preparo de atividades, entre outros. Como contraponto pode-se trabalhar em direção ao bem-estar docente, levando-se em conta propostas da Psicologia da Saúde e da Psicologia Positiva, antecipando-se ao mal-estar com medidas preventivas. O estudo levou em conta material bibliográfico (Teses e Dissertações) disponibilizado em forma digital no Banco de Teses da CAPES, com o que pode-se construir um referencial que aborda aspectos referentes à Psicologia Positiva e ao bem-estar docente, bem como a relação entre ambos. Vale destacar que se trata de um estado de conhecimento sobre a temática, com base nos dois anos disponibilizados no referido banco. Após essa busca, foi realizada leitura flutuante dos textos selecionados. Como comentários finais destacam-se bons resultados com a aplicação mormente quando se atua de modo preventivo, sendo que Psicologia da Saúde e Psicologia Positiva conectam-se bem à Educação, tanto para docentes como para discentes.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTAFINI, Magda. Estudantes universitários com dificuldades de aprendizagem: como motivá-los?. 2012. 130f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2012.

CASTILHOS, Daniel Carneiro. Grupo de sensibilização e criatividade: espaço de retomada de bem-estar/autoimagem/autoestima de educadores. 2011. 110f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2011.

DOHMS, Karina Pacheco. Níveis de mal-bem-estar docente, de autoimagem e autoestima e de autorrealização de docentes em uma escola tradicional de Porto Alegre. 2011. 112f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2011.

ESTEVE, José M. El malestar docente. 3. ed. Barcelona: Paidós, 1994.

GUTERRES, Rordrigo de Azambuja. Educação física nas séries iniciais: uma proposta de bem-estar para unidocentes do município de Alegrete-RS. 2011. 90f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2011.

HUÉ, Carlos. Bienestar docente y pensamiento emocional. España: Wolters Kluwer España, 2008.

JESUS, Saul N. de; REZENDE, Manuel. Saúde e Bem-estar. In: CRUZ, José; JESUS, Saul N. de ; NUNES, Cristina (Coord.). Bem-Estar e Qualidade de Vida: Contributos da Psicologia da Saúde. Portugal: Textiverso, 2009.

JESUS, Saul N de. Professor sem stress: realização profissional e bem-estar docente. Porto Alegre: Mediação, 2007.

KEHL, Urbano. Bem-estar e mal-estar dos professores no Colégio Marista Pio XII de Novo Hamburgo – RS. 2011. 90f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2011.

MENDES, Aline Rocha. Saúde docente: uma realidade detectada – em direção ao bem-estar e a realização profissional. 2011. 116f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2011.

MOROSINI, Marília Costa (org.). Enciclopédia de Pedagogia Universitária: glossário. Vol. 2. Brasília: INEP/RIES, 2006.

MOSQUERA, Juan J. M.; STOBÄUS, Claus D. Auto-imagem, auto-estima e auto-realização: qualidade de vida na universidade. Psicologia, Saúde & Doenças, 2006, v. 7, n. 1, p. 83-88, jul. 2006.

PAULA, Isabel. ¡No puedo más! Intervención cognitivo-conductual ante sintomatología depresiva en docentes. Madrid: Wolters Kluwer España, 2007.

PINHEIRO, Leandro Brum. O bem-estar na escola salesiana: evidências da realidade. 2011. 141f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2011.

PORTELLA, Mônica. A ciência do bem-viver: propostas e técnicas da Psicologia Positiva. 2ª ed.. Rio de Janeiro: CPAF-RJ, 2014.

PORTELLA, Mônica (org.). Teoria da potencialização da qualidade de vida: propostas e técnicas da psicologia positiva. Rio de Janeiro: CPAF-RJ, 2013.

SANTOS, Douglas Leal dos. A influência da gestão escolar no bem estar docente: percepções de professores obre líderes educacionais de uma escola particular de Porto Alegre. 2012. 93f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2012.

SELIGMAN, Martin E. P. Florescer: uma nova compreensão sobre a natureza da felicidade e do bem-estar. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011.

SELIGMAN, Martin E. P.. Felicidade autêntica: usando a nova psicologia positiva para a realização permanente. Tradução de Neuza Capelo. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

SENNA, Lenira Botelho. Do mal-estar ao bem-estar docente: uma análise de caso Argentina e Brasil. 2011. 135f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2011.

STOBÄUS, Claus D.; MOSQUERA, Juan J. M.; SANTOS, Bettina S. dos. Grupo de pesquisa mal-estar e bem-estar na docência. Educação, Porto Alegre, ano XXX, n. especial, p. 259-272, out. 2007.

WANDSCHEER, Marli Ferreira. Atividades artísticas com teor terapêutico e suas contribuições para a compreensão das inquietações do ser humano professor. 2012. 141f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Universidade do Oeste de Santa Catarina: Joaçaba, 2012.

ZACHARIAS, Jamile. Bem-estar docente: um estudo em escolas públicas de Porto Alegre. 2012. 152f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/2179-8435.2014.2.17805

>

e-ISSN: 2179-8435

*********************************

Avaliação do Qualis CAPES - 2016

ÁREA CAPES - Educação

CLASSIFICAÇÃO - B2

ÁREA CAPES – Ensino

CLASSIFICAÇÃO – B1


Indexado em:
 

REDIB 

 *********************************

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS