A pressão arterial em idosos de uma academia da terceira idade

Mateus Dias Antunes, Elenice Gomes Ferreira, Oscar Vinícius Rigoldi, Jeferson de Souza Sá, Sonia Maria Marques Gomes Bertolini

Abstract


A população idosa vem aumentando gradativamente, havendo com isso a necessidade de assistência mais adaptada, na tentativa de proporcionar uma melhora da qualidade de vida. Sabendo que hipertensão arterial sistêmica é uma das causas de alta prevalência de morbimortalidade, a prática do exercício assume um importante papel como um elemento não medicamentoso para o seu devido controle. Este estudo teve por objetivo verificar os níveis pressóricos de idosos, antes e após exercício físico na academia da terceira idade e se os mesmos estão adequados para a prática da atividade. A amostra foi composta de 50 indivíduos idosos, sendo sua maioria (54%) do gênero feminino. A Hipertensão Arterial Sistêmica se destaca neste estudo, pois houve uma prevalência significativa (56%), contudo a amostra mostrou-se assídua a prática de exercício físico (82%) e com níveis pressóricos adequados para a realização dos mesmos. Conclui-se que a população idosa esta sob o risco de uma frequência considerável de comorbidade como a hipertensão arterial e que a atividade física, tem seu papel no controle, mais desde que seja bem orientada de forma que indivíduo esteja com os níveis pressórico ideais evitando supostamente o surgimento de sintomatologias que prejudique sua assiduidade ao exercício.


Keywords


Pressão Arterial; Exercício; Comorbidade; Atenção Primária à Saúde.

References


Dall, T.M. et al. An aging population and growing disease burden will require alarge and specialized health care workforce by 2025. Health Affairs, 2013; 32.

Rozendo, A.; Justo, J.S. "Fundo Nacional do Idoso" e as políticas de gestão do envelhecimento da população brasileira. Revista Psicologia Política, 2012; 12: 283-296.

Zattar, L.C. et al. Prevalência e fatores associados à pressão arterial elevada, seu conhecimento e tratamento em idosos no sul do Brasil Prevalence and factors associated with high blood pressure, awareness, and treatment among elderly. Cadernos de Saúde Pública, 2013; 29: 507-521.

Pereira, I. M. O. Proposta de intervenção interdisciplinar para a adesão dos pacientes ao tratamento da hipertensão arterial sistêmica. Science, 2015; 2: 21-40.

Mollaoglu, M.; Solmaz, G.; Mollaoglu, M. The impact of overweight and obesity on health-related quality of life and blood pressure control in hypertensive patients. Journal of Hypertension, 2014; 32: 397-407.

Turi, B. C. et al. Prática de atividade física, adiposidade corporal e hipertensão em usuários do Sistema Único de Saúde. Revista Brasileira de Epidemiologia, 2014; 17: 925-937.

Lamboglia, C.G. et al. Prática da atividade física como facilitadora da promoção de saúde: relato de experiência exitosa do PRÓ-SAÚDE e PETSAÚDE da UNIFOR. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, 2013; 25: 521-526.

Palácios, A.R.O.P.; Nardi, A.C.F. Academia da Terceira Idade: promoção da saúde e atividade física em Maringá. Divulgação Saúde Debate, 2007: 40: 71-76.

Malachias, M.V.B. et al. 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial. Arquivos Brasileiro de Cardiologia, 2016; 107: 1-83.

Zaitune, M.P.A et al. Hipertensão arterial em idosos: prevalência, fatores associados e práticas de controle no Município de Campinas, São Paulo, Brasil Arterial hypertension in the elderly. Cadernos de Saúde Pública, 2006; 22: 285-294.

Cavagioni, L.C. et al. Agravos à saúde, hipertensão arterial e predisposição ao estresse em motoristas de caminhão. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 2009; 43: 1267-1271.

Weber, M.A. et al. Clinical practice guidelines for the management of hypertension in the community. The Journal of Clinical Hypertension, 2014; 16: 14-26.

Ribeiro, L. H.M.; Neri, A. L. Exercícios físicos, força muscular e atividades de vida diária em mulheres idosas Physical exercise, muscle strength and the day-to-day activities of elderly women. Ciência e Saúde Coletiva, 2012;17: 2169-2180.

Warren-Findlow, J.; Seymour, R. B.; Huber, L.R. B. The association between self-efficacy and hypertension self-care activities among African American adults. Journal of Community Health, 2012; 37: 15-24.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/2357-9641.2017.1.27543

e-ISSN: 2357-9641

 

 This journal is a member of, and subscribes to the principles of, the Committee on Publication Ethics (COPE) http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons

Except where otherwise noted, content of this journal is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.

 

Editorial Policies of Brazilian Scientific Journals. Deposit availability: Blue .

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS