A favelofagia: a criação de um novo cânone literário a partir da favela

Luana Loria

Resumo


O Bando Editorial Favelofágico é um coletivo literário e uma editora sem fins lucrativos que surge no Rio de Janeiro, no complexo de Manguinhos, em 2015. O coletivo tenciona promover autores das periferias que se identificam com uma perspectiva contra- -hegemônica, com respeito ao padrão literário e social dominante, no intuito de construir um movimento literário contra-hegemônico, plural, politizado, engajado, livre dos cânones e sedento de prática e transformação.


Palavras-chave


Rio de Janeiro. Favela. Literatura.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, C. D. (2007). Favelário nacional. In: Corpo (pp. 111-127). Rio de Janeiro: Favelário Nacional. Record.

BENEVENUTO, S. J. Literatura marginal: A escrita como arma e instrumento de inserção cultural. Texto integrante dos Anais do XVIII Encontro Regional de História: O historiador e seu tempo, ANPUH/SP – UNESP/Assis, 2006.

DE HOLLANDA, Heloise Buarque. Entrevista Viva Favela. (2007). Disponível em: http://www.heloisabuarquedehollanda.com.br/viva-favela/

FELIPE, E.; TARUMIM, F. Grãos Imastigáveis: Contos Favelofágicos. Rio de Janeiro: Bando Editorial Favelofágico, 2006.

FERREIRA, T. M. Entre Becos e Tetos de Zinco: Paisagens de um Favelário Nacional. Scripta, v. 11, n. 20, p. 309-348, 2007. Disponível em http://www.pucminas.br/imagedb/documento/DOC_DSC_NOME_ARQUI20080716151218.pdf?PHPSESSID=7e3ae9f049fb49144802e53cc86848fe

FERRÉZ. Literatura Marginal. Talentos da Escrita Periférica. Rio de Janeiro: Agir, 2005.

FONSECA, R. Romance Negro e Outras Histórias. Rio de Janeiro: Companhia das Letras, 1992.

FONSECA, R. A arte de andar pelas ruas do Rio de Janeiro. In: SCHNAIDERMAN, B. (org.). Contos reunidos. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

FRANCAVILLA, R. Voci del Margine. Roma: Artemide, 2012.

GOMES, R. C. Todas As Cidades, A Cidade. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

Grãos Imastigáveis. Bando Editorial Favelofágico. Disponível em http://www.favelofagia.com/livro-1

GRISONI, D.; MAGGIORI, R. Guida a Gramsci. Milano: BUR, 1975.

JESUS, C. M. Quarto de despejo: diário de uma favelada. São Paulo: Ática, 2007.

LINS, P. Cidade de Deus. Rio de Janeiro: Companhia das Letras, 1997.

MANIFESTO Favelofágico. Bando Editorial Favelofágico. Disponível em: www.favelofagia.com/sobre-2-ct57

MELO, J. C. A Educação pela Pedra. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 1997.

MELO, P. Inferno. Rio de Janeiro: Companhia das Letras, 2000. Nascimento, É. P. Literatura Marginal: os Escritores da Periferia entram em Cena. Especialização (Pós-Graduação em Antropologia Social) - USP, São Paulo, 2006. https://doi.org/10.11606/d.8.2006.tde-03092007-133929

PATROCÍNIO, P. R. T. Entre o Morro e o Asfalto: Imagens da Favela nos discursos culturais brasileiros (Dissertação de Mestrado em Letras) - PUC, Rio de Janeiro, 2006. Disponível em: https://www.academia.edu/10496093/Entre_o_morro_e_o_asfalto_imagens_da_favela_nos_discursos_culturais_brasileiros https://doi.org/10.17771/pucrio.acad.8987

RODRIGUEZ, B. M. Mutirões discursivos: literatura e vida comunitária nas periferias urbanas. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, Brasília, v. 22, p. 47-61, 2003.

SANTOS, B. de S. Tempo, Códigos Barrocos e Canonização. Revista Crítica de Ciências Sociais, v. 51, p. 3-20, 1998.

UM POUCO sobre o Bando Editorial Favélofagico. Bando Editorial Favelofágico. Disponível em http://www.favelofagia.com/quem-somos

SILVA, F. Q. da. A literatura marginal (periférica) no contexto contemporâneo. Horizonte Científico, v. 3, n. 1, p. 1-31, dez., 2008.

VALLADARES, L. do P. A invenção da favela: do mito à origem da favela.com. Rio de Janeiro: Ed. da FGV, 2006. https://doi.org/10.11606/t.16.2014.tde-07072014-112828

VARELLA, D. Estação Carandiru. Rio de Janeiro: Companhia das Letras, 1999.

VIANNA, B. O olhar poético não combina com alienação. Bernardovianna.com, 27 nov. 2015. Disponível em: http://bernardovianna.com/o-olhar-poetico-nao-combina-com--alienacao/ https://doi.org/10.25094/rtp.2019n26a553




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-4276.2019.1.31768

ISSN-L: 1982-8527

e-ISSN: 1983-4276

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

  

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS