O testemunho no romance A costa dos murmúrios, de Lidia Jorge

Marisel Valerio Porto, Aulus Mandagará Martins

Resumo


O artigo tem por objetivo investigar o teor testemunhal da narrativa A costa dos murmúrios, da escritora portuguesa Lídia Jorge. Para tanto, conta-se com o aporte teórico do conceito de testemunho para verificar em que medida a narrativa apreende uma determinada experiência em relação à Guerra Colonial moçambicana.

********************************************************************

Testimony in the novel A costa dos murmúrios, by Lidia Jorge

Abstract: The purpose of this article is to investigate the testimonial tenor of the narrative A costa dos murmúrios, by the portuguese writer Lídia Jorge. For this we have the testemony notion as theoretical contribution to verify to what extent the narrative seizes a particular experience in relation to Mozambican Colonial War.

Keywords: literature; testimony; A costa dos Murmúrios; Lidia Jorge.

 


Palavras-chave


literatura; testemunho; A costa dos murmúrios; Lidia Jorge.

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. O narrador. Magia e técnica, arte e política. Trad. Sergio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1985.

JORGE, Lidia. A costa dos murmúrios. Lisboa: Dom Quixote, 1988.

MARCO, Valeria. A Literatura de Testemunho e a Violência de Estado. In: Lua Nova, v. 62, p. 45-68, 2004.

PENNA, João Camillo. Este corpo, esta dor, esta fome: notas sobre o testemunho hispano- americano. In: SELIGMANNSILVA, Márcio. (Org.). História, memória, literatura: o Testemunho na Era das Catástrofes. Campinas, SP: Unicamp, 2003.

RIBEIRO, Margarida Calafate. Uma História de Regressos: Império, Guerra Colonial e Pós-Colonialismo. Porto: Edições Afrontamento, 2004.

RICOEUR, Paul. O entrecruzamento da história e da ficção. Tempo e narrativa. Trad. Claudia Berliner. São Paulo: Martins Fontes, 2010. v. 3.

RICOEUR, Paul. O testemunho. A memória, a história, o esquecimento. Trad. Alain François et al. Campinas, SP: UNICAMP, 2007.

SARLO, Beatriz. Tempo passado: cultura da memória e guinada subjetiva. Trad. Rosa Freire d'Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras; Belo Horizonte: UFMG, 2007.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. Literatura e Trauma: um novo paradigma. O local da diferença. São Paulo: 34, 2005.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. Narrar o trauma: a questão dos testemunhos de catástrofes históricas. In: Psic. Clin., Rio de Janeiro, p. 65-82, 2008.

Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pc/v20n1/05.pdf. Acesso em: 14 dez. 2011.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. O testemunho: entre ficção e o real. In: SELIGMANN-SILVA, Márcio. (Org.). História, memória, literatura: o Testemunho na Era das Catástrofes. Campinas, SP: Unicamp, 2003.

SOARES, Andréia Azevedo. Lídia Jorge. Colecção Mil Folhas. 24 julho 2002. Disponível em http://static.publico.pt/docs/cmf/autores/lidiaJorge/ljorge.htm. Acesso m: 14 dez. 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-4276.2016.2.24415

ISSN-L: 1982-8527

e-ISSN: 1983-4276

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

  

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS