Eduardo Marciano e o difícil processo da influência e desleitura em “O encontro marcado” de Fernando Sabino

Douglas Rodrigues de Sousa

Resumo


Eduardo Marciano, personagem do livro O Encontro Marcado de Fernando Sabino, tinha um sonho: escrever um romance. Para isso, teria que percorrer um longo caminho por toda a literatura com suas obras e autores já consagrados. Porém, para chegar à escritura de seu romance, Eduardo Marciano teria que trilhar um caminho bem mais árduo, de apropriar-se e desapropriar-se dos poetas fortes, de sofrer a angústia da influência para depois desler seus precursores, por meio de uma leitura crítica e um revisionismo literário para então lançar-se como poeta forte. Propõe-se, portanto, à luz das teorias de Bloom (1995, 2002) analisar o percurso do personagem de Sabino na luta pela apropriação e desapropriação, influência e desleitura dos fortes para constituir-se como escritor e escrever seu romance. Palavras-chave: Influência; Desleitura; Texto Literário; Harold Bloom; O Encontro Marcado.

Palavras-chave


Influência; Desleitura; O encontro marcado

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS