A aprendizagem de língua estrangeira nos anos iniciais do Ensino Fundamental

Ivana Kátia de Souza Ferreira, Liliana Fraga dos Santos

Resumo


Resumo: Este artigo tem o objetivo de incentivar a inserção de língua estrangeira (LE)/segunda língua (L2) nos currículos de anos iniciais, ou seja, de 1º a 5º anos, de escolas de educação básica, buscando justificá-la. Para tanto, trazemos alguns autores que, baseados em seus estudos, corroboram a ideia de que, sob diversos pontos de vista, é muito frutífera tal aprendizagem nessa faixa etária em que se encontram os alunos. A partir da revisão bibliográfica realizada, concluímos que a inserção de uma LE nos primeiros anos do ensino fundamental não é prejudicial ao processo de alfabetização/letramento em língua materna.

Palavras-chave


Aprendizagem de LE/L2; Alfabetização/Letramento; Período Crítico; Crianças.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS