A VOZ DO NARRADOR NA LEITURA DO PORMENOR EM TEXTOS LITERÁRIO E FÍLMICO

Tania Regina Montanha Toledo Scoparo

Resumo


Este trabalho realiza um estudo entre linguagens midiáticas: faz uma análise comparativa de fragmentos do romance O Primo Basílio, de Eça de Queirós, e sua adaptação para o cinema, o filme homônimo do diretor Daniel Filho, analisando o processo de transcodificação da linguagem da narrativa literária para a linguagem cinematográfica. Almeja-se a realização de uma leitura que busque compreender o significado de alguns elementos primordiais da estrutura romanesca: os pormenores - o sofá, o divã, a iluminação do ambiente, a cor dos objetos - no romance e no filme. A pesquisa se debruçará na análise de aspectos que ajudem a verificar como foi a configuração de escolhas no discurso literário, visto como ponto de partida, e transcodificada numa outra configuração, o filme. O diálogo intertextual no discurso narrativo será evidenciado por meio de embasamento teórico apoiado em diversos autores da teoria narrativa e cinematográfica. Pode-se fazer da onipresença da cultura de massas na vida contemporânea um instrumento para o trabalho de transformação das pessoas e das relações com a vida, partindo de confrontos, entre as duas obras focadas, que movam a novos saberes.

Palavras-chave


narrador; pormenor; texto literário; texto fílmico

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS