Língua, cognição e cultura: uma relação indissociável

Aline Aver Vanin

Resumo


O objetivo deste texto é tratar da construção do significado através da associação entre língua, cultura e cognição, considerada inseparável. Acredita-se que o sentido de dada expressão só pode ser construído no momento da comunicação, e não pré-existe a ela. Assim, pensa-se na língua como um meio para esse processo, através do qual os conhecimentos são organizados pela interação e projeção no interlocutor. Por isso, essa relação é caracterizada por ser construída. O sentido, para si próprio, para o outro e para o mundo, é elaborado pela atividade inferencial, a qual é demonstrada e exemplificada.

Palavras-chave


cognição; língua; cultura; significação

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS