A instância enunciativa na leitura: a relação “eu-tu” pela palavra do presidente

Samanta Kelly Menoncin Pierozan

Resumo


O propósito deste artigo é analisar e refletir sobre a relação “eu-tu” percebida num texto de contexto organizacional – a palavra do presidente de uma indústria moveleira para os seus colaboradores, apresentada no manual de integração da empresa –, a fim de que se possa verificar em que medida se dá a constituição de sentido nas instâncias enunciativas, em especial na leitura. Para isso, toma-se como principal aporte teórico a teoria enunciativa benvenistiana. A análise mostra que à instância do discurso, enunciativa, subjaz questões de cunho político-ideológico e de relação hierárquica, que, por sua vez, são de ordem cultural e social da organização.


Palavras-chave


Teoria enunciativa de Benveniste; Instância enunciativa; Intersubjetividade; Leitura.

Texto completo:

PDF

Referências


CERVONI, Jean. A enunciação. Traduzido por L. Garcia dos Santos. Revisado por Valter Kehdi. São Paulo: Ática, 1989.

BENVENISTE, Émile. Problemas de Linguística Geral I. Traduzido por Maria da Glória Novak e Maria Luisa Neri. Revisado por Isaac Nicolau Salum. 4. ed. Campinas, SP: Pontes, 1995. Originalmente publicado em 1966.

BENVENISTE, Émile. Problemas de Linguística Geral II. Traduzido por Eduardo Guimarães et al. 2. ed. Campinas, SP: Pontes, 2006. Originalmente publicado em 1974.

FERRREIRA, Sabrina; TEIXEIRA, Marlene. Leitura em sala de aula: um ato enunciativo. In: GOMES, Neiva Maria Tebaldi; GOMES, Leny da Silva. Teorias de linguagem e práticas de sala de aula: um diálogo possível – caderno do III colóquio sobre ensino de língua e literatura. Porto Alegre: ed. UniRitter, 2009, p. 41-64.

FIORIN, José Luiz. Linguagem e ideologia. 6. ed. São Paulo: Editora Ética, 1998.

FIORIN, José Luiz. As astúcias da enunciação: as categorias de pessoa, espaço e tempo. São Paulo: Ática, 1996.

FLORES, Valdir do Nascimento. Introdução à teoria enunciativa de Benveniste. São Paulo: Parábola, 2013.

FLORES, Valdir do Nascimento et al. (Org.). Dicionário de linguística da enunciação. São Paulo: Contexto, 2009.

FLORES, Valdir do Nascimento; TEIXEIRA, Marlene. Introdução à linguística da enunciação. São Paulo: Contexto, 2005.

ORLANDI, Eni Pulcinelli; GUIMARÃES, Eduardo; TARALLO, Fernando. Vozes e contrastes: discurso na cidade e no campo. São Paulo: Cortez, 1989.

SIMONIN-GRUMBACH, Jenny. Para uma tipologia dos discursos. In: JAKOBSON, Roman et al. Língua, discurso e sociedade. São Paulo: Global, 1983.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-4301.2018.2.28463

e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS