A multimodalidade como via de análise: contribuições para pesquisas em aquisição de linguagem

Andressa Toscano Moura de Caldas Barros de Almeida, Marianne Carvalho Bezerra Cavalcante

Resumo


Considera-se a multimodalidade como constitutiva da linguagem e como lócus de análise em aquisição. Assim, a multimodalidade refere-se às modalidades de uso da língua (fala, gesto, olhar) que coatuam na produção linguística com vistas à interação. Além disso, elege-se a prosódia, por ser elemento da fala, como copartícipe dessa matriz, tanto por se constituir como uma via privilegiada do engajamento da criança no diálogo e nos processos de subjetivação, quanto por ser um fator coesivo na organização da forma fônica e nos princípios de estruturação fonológica (SCARPA, 1988). O objetivo deste artigo é mostrar como a prosódia e os gestos funcionam para compor a matriz gesto-fala de uma criança em processo de aquisição de linguagem, tendo como ponto de partida a proposta de Kendon (1972, 1980) e McNeill (1985, 1992) em que gesto e fala são indissociáveis, por representarem um sistema único. Para ilustrar nosso estudo, apresentaremos recortes de dados de uma díade mãe-criança filmados longitudinal e naturalisticamente, dos 6 aos 24 meses de vida da criança, que foram tratados no software PRAAT. Os dados mostraram que, mesmo ainda pequena, a criança faz uso de instâncias multimodais para fins de interação com seus pares, corroborando a ideia de que gesto e fala são partes de uma mesma matriz de significado.


Palavras-chave


aquisição de linguagem; multimodalidade; gesto; prosódia

Texto completo:

PDF

Referências


ÁVILA-NÓBREGA, Paulo Vinícius. Dialogia mãe-bebê: a emergência do envelope multimodal em cenas de atenção conjunta. 2010. 165f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

ÁVILA-NOBREGA, Paulo Vinícius; CAVALCANTE, Marianne Carvalho Bezerra. O envelope multimodal em aquisição de linguagem: momento do surgimento e pontos de mudanças. In: CAVALCANTE, Marianne Carvalho Bezerra; FARIA, Evangelina Maria Brito de (Org.). Cenas em aquisição da linguagem: multimodalidade, atenção conjunta e subjetividade. João Pessoa: Editora da UFPB, 2015. v. 1, p. 11-44.

BARROS, Andressa Toscano Moura de Caldas; Fala Inicial e Prosódia: do balbucio aos blocos de enunciado. Universidade Federal da Paraíba. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2012.

BATES, Elizabeth; DICK. Frederic. Language, gesture, and the developing brain. Developmental Psychobiology, 40, 293-310, 2002.

BUTCHER, Cynthia; GOLDIN-MEADOW, Susan. Gesture and the transition from oneto two-word speech: when hand and mouth come together. In: MCNEILL, David (Ed.). Language and gesture. Cambridge: Cambridge University Press, 2000.

CAGLIARI, Luiz Carlos. Prosódia: algumas funções dos supra-segmentos. In: BAURRE, M. B. M.; WETZELS, L. W. (Org.). Cadernos de estudos lingüísticos: fonologia do português. Campinas: UNICAMP, IEL, DL, [1992] 1994. p. 137-151.

CAVALCANTE, Marianne Carvalho Bezerra. O gesto de apontar como processo de co-construção nas interações mãe-criança. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Pernambuco, 1994.

______. Da voz à língua: a prosódia materna e o deslocamento do sujeito na fala dirigida ao bebê. Tese (Doutorado em Lingüística) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1999.

______. A natureza do gesto de apontar em aquisição da linguagem: um estudo exploratório. In: Cavalcante , M. C. B. (Org.). Multimodalidade em aquisição da linguagem. João Pessoa: Editora Universitária UFPB. 2010. v. 1, p. 09-40.

______. Da voz à língua: o manhês na dialogia mãe-bebê. João Pessoa: Editora da UFPB, 2015. v. 500. 237 p.

DROMI, Esther. Babbling and early words. In: SALKIND, Neil .J. (Ed.). Child development. McMillan psychology reference series. McMillan, 2002.

FONTE, Renata; CAVALCANTE, Marianne Carvalho Bezerra; BARROS, Andressa Toscano Moura de Caldas; SOARES, Paula. A matriz gesto-fala na aquisição da linguagem: algumas reflexões. In: Aquisição, desvios e práticas de linguagem. Editora CRV, 2014.

GOLDIN-MEADOW, Susan. Talking and thinking with your hands. Current directions in psychological science, v. 15, n. 1, 2006.

______. From gesture to word. In: BAVIN, Edith L. (Ed.). The Cambridge handbook of child language. University of Cambridge Press, 2009.

KENDON, Adam. The study of gesture: some remarks on its history. Recherches sémiotiques/semiotic inquiry, v. 2, p. 45-62, 1982.

LOCKE, John. Desenvolvimento da capacidade para a linguagem falada. In: FLETCHER, Paul; MACWHINNEY, Brian (Ed.). Compêndio da linguagem da criança. Tradução de M. A. G. Domingues. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

MCNEILL, David. So, do you think gestures are nonverbal? Psychological Review, v. 92, n. 3, p. 350-371, 1985.

______. Hand and mind: What gestures reveal about thought. Chicago: University of Chicago Press, 1992.

______. Gesture and Thought. Chicago: University of Chicago Press, 2005.

QUEK, Francis; MCNEILL, David; BRYLL, Robert et al. Multimodal human discourse: gesture and speech. ACM transactions on computer-human interactions, v. 9, n. 3, p. 171-193, Sept. 2002.

RUITER, Jan. P. de. The production of gesture and speech. In: MCNEILL, David (Ed.). Language and gesture. Cambridge, UK: Cambridge University Press, 2000. p. 284-311.

SCARPA, Ester Miriam. O lugar da holófrase nos estudos de Aquisição da Linguagem. Cadernos de Estudos Linguísticos (UNICAMP), v. 51, p. 187-200, 2009.

______. A Aquisição da prosódia: dupla face, dupla vocação. In: AGUIAR, Marígia Ana M; MADEIRO, Francisco (Org.). Em-Tom Ação: a prosódia em perspectiva. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2007.

______. Sons preenchedores e guardadores de lugar: relações entre fatos sintáticos e prosódicos na aquisição da linguagem. In: SCARPA, Ester (Org.). Estudos de Prosódia. Campinas: UNICAMP, 1999.

______. Learning External Sandhi: evidence for a top-down hypothesis of prosodic acquisition. In: GALA'97 – Conference on Language Representation and Processing, 1997.

Proceedings of .... Edimburgo, Escócia, 1997. ______. Desenvolvimento da intonação e a organização da fala inicial. Cadernos de Estudos Lingüísticos, UNICAMP, v. 14, p. 65-84, 1988.

SOUZA. Wilma Pastor Andrade; FARIA; Evangelina Maria B. O gesto facilitador da produção de sentido no diálogo entre crianças surdas em aquisição da linguagem. In: CAVALCANTE, Marianne C. B.; FARIA, Evangelina. M. B. de; LEITÃO, Márcio (Org.). Aquisição da linguagem e processamento linguístico. João Pessoa: Ed. da UFPB, 2010. p. 135-148.

TOMASELLO, Michael; CARPENTER, Malinda; LISZKOWSKI, Ulf. A new look at infant pointing. Child Development, v. 78, n. 3, p. 705-722, May-June 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-4301.2017.2.26403

e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS