Considerações sobre a elaboração de um instrumento de pesquisa virtual para investigar a consciência textual no ensino do gênero textual conto

Leandro Lemes do Prado

Resumo


No presente artigo, tem-se o ensino e a aprendizagem entrecruzados na elaboração de um instrumento de pesquisa fundamentado pela Psicolinguística e o ensino de leitura. Cabe à Psicolinguística o estudo das conexões entre a linguagem e a mente e seu espaço entre os estudos sobre a linguagem percebida pelo ângulo da cognição no que se refere ao processamento da compreensão leitora e da produção escrita. Nessa perspectiva, os estudos sobre o ensino de leitura e escrita investigam a consciência textual dos leitores para verificar em que medida este processo cognitivo acontece. Nessa perspectiva, o presente trabalho propõe a análise de um instrumento de pesquisa que investiga a consciência textual do gênero conto de professores, levando em consideração os diversos elementos linguísticos que constituem o texto e estabelecem suas relações com o contexto. Para investigar a consciência textual do conto, propõe-se o enfoque sobre a coesão lexical e gramatical bem como sobre a coerência textual e a superestrutura. O público-alvo a que se destina o instrumento da pesquisa são professores de português que atuam nas diferentes redes de ensino da educação Básica. Espera-se que as respostas ao instrumento possam apontar como se dá o processamento da compreensão leitora daqueles que ensinam a leitura de um texto literário na escola.


Palavras-chave


Leitura; Psicolinguística; Consciência; Conto

Texto completo:

PDF

Referências


ADAM, Jean M. A Linguística: introdução à análise textual dos discursos. São Paulo: Cortez, 2008.

BAARS, Bernard. J. A cognitive Theory of Conciousness. Cambridge: Cambridge, 1997.

BAKHTIN, Mikail. A estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

CHAROLLES, Michel. Introduction aux problèmes de la cohérence des textes. Langue Française. Paris: Larousse, 1978.

GOMBERT, Jean E. Metalinguistic development. Chicago: The University of Chicago Press, 1992.

GOTLIB, Nádia Battella. A teoria do conto. São Paulo: Ática, 1990.

HALLIDAY, Michel A. K.; HASAN, Rugaya. Cohesion in English. London: Longman, 1976.

KLEIMAN, Ângela. Leitura e Prática Social no Desenvolvimento de Competências no Ensino Médio. In: BUZEN, Clécio; MENDONÇA, Márcia (orgs.). Português no Ensino Médio e Formação do Professor. São Paulo: Parábola, 2006. p. 23-36.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina A. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2003.

LAKATOS, Eva M.; MARCONI, Marina A. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. São Paulo: Atlas, 2008.

LUDWIG, Antônio C. W. Fundamentos e prática de metodologia científica. Petrópolis: Vozes, 2009.

PEREIRA, Vera W. Pesquisa em Psicolinguística: antecedentes, caminhos e relatos. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 45, n. 3, p. 48-53, jul.-set. 2010.

SCLIAR CABRAL, L. Introdução à Psicolinguística. São Paulo: Ática, 1991.

SOARES, Magda. Prefácio. In: DELL’ISOLA, Regina L. P. Leitura: inferências e contexto sociocultural. Belo Horizonte: Imprensa Universitária, 1991.

STERNBERG, Robert J. Psicologia Cognitiva. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

VAN DIJK, Teun. Cognição, discurso e interação. São Paulo: Contexto, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-4301.2016.2.23814

e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2015

ÁREA CAPES - Letras/Linguística 
CLASSIFICAÇÃO - B2 



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

 

Copyright: © 2017 EDIPUCRS