Percurso enunciativo da palavra “sistema” em textos de leis sobre cotas na universidade

Isabel Cristina Rodrigues

Resumo


Este trabalho apresenta uma análise de oito texto de leis, a saber, aqueles que tratam de políticas de reserva de vagas em universidades públicas do estado do Rio de Janeiro. Em uma perspectiva discursiva de análise, que relaciona sentidos a modos de apropriação da linguagem socialmente constituídos (Maingueneau, 1993), e tomando por base as noções de arquivo e de descontinuidade de Foucault (1969), o foco desta análise recai sobre o uso da palavra “sistema” na parte preliminar das referidas leis, justamente onde se encontram a ementa, que apresenta uma espécie de resumo da proposição feita na lei, e o artigo 1º, que delimita o objeto da lei.

Palavras-chave


reserva de vagas; universidade pública, análise do discurso; constituição de arquivo

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS