Análise discursiva de publicidade infantil: uma perspectiva bakhtiniana

Cristhiane Ferreguett

Resumo


O presente trabalho apresenta uma análise de uma peça publicitária impressa da boneca Moxie Girlz (da Estrela), publicada na Revista Recreio em outubro/2010. A análise dos dados, de natureza qualitativa, realiza-se à luz do instrumental teórico-metodológico fornecido pelas ideias linguísticas do Círculo de Bakhtin, apresentadas e discutidas no livro Marxismo e filosofia da linguagem e no ensaio Discurso na vida e discurso na arte. Após a análise do anúncio em apreço, conclui-se que a publicidade da boneca Moxie Girlz, assim como outras com este mesmo estilo, não vende somente o brinquedo (a boneca), vende a moda, a maquiagem e um estilo de ser. As crianças vivem em uma sociedade consumista e, bombardeadas pela publicidade, passam a ter desejos de aquisição de bens supérfluos que em sua imaginação irão transformar a sua vida para melhor. Nesse contexto, o estilo sensual e erótico, modelo que não tem nada a ver com a idade emocional e cognitivo da menina, é distorcido em relação à idade e entra como mais uma forma de atração, fascínio e sedução.

Palavras-chave


Bakhtin; Voloshinov; Publicidade; Consumismo; Crianças.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS