As águas violentas na Poesia Mensagem de Fernando Pessoa: a tensão provocativa dos mares violentos em duelo com o vazio da alma humana

Gilberto Collares Chaves

Resumo


Esse ensaio pretende encontrar, na Poesia Mensagem de Fernando Pessoa, a tensão provocativa das águas violentas em seu duelo constante com o desejo da alma humana. Seguindo alguns conceitos da Filosofia de Gastón Bachelard no seu livro A água e Os Sonhos, procurarei descrever o atrito gerador de medo e alegria, prazer e dor na relação masoquista de Portugal com o mar físico e imaginário.

Palavras-chave


Portugal; mar; poesia; imaginário

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS