O sentimento de desilusão em Freud e a impossibilidade da construção de um futuro autêntico

Luciano Assis Mattuella (PUCRS)

Resumo


A proposta deste breve artigo é pensar, a partir da noção freudiana de desilusão com o mundo, a importância da construção de uma fantasia de futuro para que se possa sustentar o porvir enquanto alteridade, e não meramente como uma projeção mimética do presente. Para tanto, é central que resgatemos a concepção de estrangeiro - uma das figuras da alteridade - e que articulemos este conceito com aquilo que a psicanálise entende como função paterna simbólica, ou seja, a transmissão de uma herança e a possibilidade de estabelecer laços de filiação pela via da cultura.

Palavras-chave


Alteridade; Estrangeiro; Fantasia; Futuro

Texto completo:

PDF


O conteúdo dos textos publicados pela intuitio é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Revista eletrônica dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS.


e-ISSN: 1983-4012

 


Indexação: LATINDEX 

 


Programa de Pós-Graduação em Filosofia - PUCRS
Veritas

EDIPUCRS: Revistas Eletrônicas da PUCRS
PORTAL: www.pucrs.br

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS