Fé cristã e filosofia na antiguidade tardia

Daniel Ribeiro de Almeida Chacon

Resumo


O objetivo deste artigo consiste em realizar uma breve sinopse histórico-filosófica, visando a situar o status quaestionis da relação entre fé e razão nos primeiros séculos da era cristã. Em face do imperativo crítico da filosofia, a inteligência cristã procurou comunicar os conteúdos da fé, partindo das exigências epistêmicas da cultura greco-romana. Nesse sentido, pretende-se aludir aos aspectos fundamentais da inteligência da fé cristã em Justino Mártir, Clemente de Alexandria, Orígenes e Tertuliano. Contudo, este itinerário não almeja esgotar a profundidade da questão. O método proposto neste labor acadêmico será o da revisão bibliográfica. As considerações desenvolvidas nesta pesquisa, no entanto, situam-se na perspectiva de que a fé cristã não se furta ao exercício de reflexão crítica ante às exigências filosóficas.


Palavras-chave


Fé; Razão; Patrística; Filosofia

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, G. Platonismo e cristianismo na doutrina do lógos de Fílon de Alexandria. In: BAUCHWITZ, O. F.; BEZERRA, C. C. Neoplatonismo: tradição e contemporaneidade. São Paulo: Hedra, 2013, p. 87-96.

BÍBLIA. Português. Bíblia de Jerusalém. Nova edição, revista e ampliada. São Paulo: Paulus, 2002.

BOEHNER; GILSON. História da filosofia cristã. Tradução de Raimundo Vier. 13. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

BRANDÃO, J. L. Em nome da (in)diferença: o mito grego e os apologistas cristãos do segundo século. Campinas: Ed. UNICAMP, 2014.

CAMELOT, P. Th. Foi et gnose: introduction à l’étude de la connaissance mystique chez Clément d’Alexandrie. Paris: Librairie Philosophique J. Vrin, 1945.

https://doi.org/10.2307/1582023

Clement d’Alexandrie. Les stromates: stromate I. Traduction par Marcel Caster. Paris: Éditions du Cerf, 1951.

Clement d’Alexandrie. Les stromates: stromate VI. Traduction par Claude Mondesert. Paris: Éditions du Cerf, 1999.

https://doi.org/10.1163/157007201x00061

CLEMENTE DE ALEXANDRIA. Exortação aos gregos. Tradução de Rita de Cássia Codá dos Santos. São Paulo: É Realizações Editora, 2013.

DROBNER, H. R. Manual de Patrologia. Tradução de Orlando dos Reis e Carlos Almeida Pereira. Petrópolis: Vozes, 2003.

EUSÉBIO DE CESAREIA. História eclesiástica. Tradução das Monjas Beneditinas do Mosteiro de Maria Mãe de Cristo. São Paulo: Paulus, 2000. (Coleção Patrística).

https://doi.org/10.17771/pucrio.acad.15163

GILSON, E. A filosofia na Idade Média. Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

GILSON, E. O espírito da filosofia medieval. Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

HADOT, P. Exercícios espirituais e filosofia antiga. Tradução de Flávio Fontenelle Loque e Loraine Oliveira. São Paulo: É Realizações, 2014.

HÄGGLUND, B. História da teologia. 7. ed. Tradução de Márcio L. Rehfeldt e Gládis K. Rehfeldt. São Leopoldo: Concórdia, 2003.

JAEGER, W. Cristianismo primitivo e paideia grega. Tradução de Daniel da Costa. Santo André: Academia Cristã, 2014.

JUSTINO DE ROMA. I Apologia. In: JUSTINO DE ROMA. I e II Apologias: Diálogos com Trifão. Tradução de Ivo Storniolo e Euclides M. Balancin. São Paulo: Paulus, 1995. 328 p. (Patrística, 3).

https://doi.org/10.11606/d.8.2011.tde-19102011-163239

JUSTINO DE ROMA. II Apologia. In: JUSTINO DE ROMA. I e II Apologias: Diálogos com Trifão. Tradução de Ivo Storniolo e Euclides M. Balancin. São Paulo: Paulus, 1995. 328 p. (Patrística, 3).

https://doi.org/10.11606/d.8.2011.tde-19102011-163239

JUSTINO DE ROMA. Diálogos com Trifão. In: JUSTINO DE ROMA. I e II Apologias: Diálogos com Trifão. Tradução de Ivo Storniolo e Euclides M. Balancin. São Paulo: Paulus, 1995. 328 p. (Patrística, 3).

https://doi.org/10.11606/d.8.2011.tde-19102011-163239

MCGRATH, A. E. Teologia sistemática, histórica e filosófica: uma introdução à teologia cristã. Tradução de Marisa K. A. de Siqueira Lopes. São Paulo: Shedd Publicações, 2005.

MORESCHINI, C. História da filosofia patrística. Tradução de Orlando Soares de Moreira. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2001.

ORÍGENES. Contra Celso. Tradução de Orlando dos Reis. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2011. (Coleção Patrística).

OSBORN, E. Clement of Alexandria. Cambridge, UK: Cambridge University Press, 2005.

PODOLAK, P. Tertuliano. Tradução de Francisco Gomes Figueiredo de Moraes. São Paulo: Edições Loyola, 2010.

SANTOS, R. C. C. A helenização do cristianismo em Clemente de Alexandria. 2006. 157 f. Tese (Doutorado em Literatura Comparada) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

https://doi.org/10.14393/19834071.2016.36163

STEAD, C. A filosofia na antiguidade cristã. Tradução de Odilon Soares Leme. São Paulo: Paulus, 1999.

TERTULIANO. La penitencia. In: TERTULIANO. La penitencia: La pudicícia. Traducción de Salvador Vicastillo. Madrid: Editorial Ciudad Nueva, 2011. p. 79-159. (Fuentes Patrísticas).

TERTULIANO. Prescripciones contra todas las herejías. Traducción de Salvador Vicastillo. Madrid: Editorial Ciudad Nueva, 2001. v. 14. (Fuentes Patrísticas).

TERTULLIEN. Apologétique. Traduction par Jean-Pierre Waltzing. Paris: Les Belles Lettres, 1961.

TERTULLIEN. La Chair du Christ. Traduction par Jean-Pierre Waltzing. Paris: Les Éditions du Cerf, 1975. Tome I.

https://doi.org/10.7202/1020565ar




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-4012.2019.1.32476

O conteúdo dos textos publicados pela intuitio é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Revista eletrônica dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS.


e-ISSN: 1983-4012

 


Indexação: LATINDEX 

 


Programa de Pós-Graduação em Filosofia - PUCRS
Veritas

EDIPUCRS: Revistas Eletrônicas da PUCRS
PORTAL: www.pucrs.br

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS