Thoreau e Carlyle: moralidade, autobiografia e ficção literária

Eduardo Vicentini de Medeiros

Resumo


O uso extensivo do pronome da primeira pessoa do singular e o artifício retórico do exagero são duas marcas essenciais da prosa de Thomas Carlyle que podemos reidentificar nos textos de Henry David Thoreau. Essas características nos ajudam a explicar a relação interna entre autobiografia e ficcionalidade na concepção moral de Thoreau.


Palavras-chave


Henry David Thoreau; Thomas Carlyle; moralidade; ficcionalidade

Texto completo:

PDF

Referências


ANDREWS, Kit. 2012. Fichte, Carlyle and the British Literary Reception of German Idealism. Literature Compass 9/11, 721-732.

BEISER, Frederick C. 2002. German Idealism – The Struggle against Subjectivism, 1781 – 1801. Harvard University Press.

CARLYLE, Thomas. 1834/1956. Sartor Resartus. Londres. J.M. Dent.

SATTELMEYER, Robert. 1988. Thoreau´s Reading – A Study in Intellectual History with Bibliographical Catalogue. Princeton: Princeton University Press.

THOREAU, Henry David. 1975. Early Essays and Miscellanies. Princeton University Press.

THOREAU, Henry David. 1906. The Journal of Henry David Thoreau, 14 volumes, editado por Bradford Torrey e Francis H. Allen. Boston: Houghton Mifflin.

THOREAU, Henry David. 1854 / 2004. Walden - A Fully Annotated Edition. Editado por Jeffrey Cramer. Yale University Press.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-4012.2016.1.24298

O conteúdo dos textos publicados pela intuitio é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Revista eletrônica dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS.


e-ISSN: 1983-4012

 


Indexação: LATINDEX 

 


Programa de Pós-Graduação em Filosofia - PUCRS
Veritas

EDIPUCRS: Revistas Eletrônicas da PUCRS
PORTAL: www.pucrs.br

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS