A dignidade e a autonomia garantidas pelo Estado hegeliano

Mariana Secani Lucas Fredes (UFPel)

Resumo


Resumo: Hegel, filósofo do século XIX, com sua Filosofia que pode ser denominada de “orgânica”, expõe conceitos necessários para o entendimento das relações humanas, entre estes estão o conceito da liberdade, de direitos, de autonomia e de dignidade. Em sua obra Filosofia do Direito, a eticidade é a fase final da evolução social, na qual estão contidas as instituições sociais, incluindo o Estado. Este, por sua vez, permite a efetivação da liberdade, visto que isto, para este autor, é o principal objetivo do Estado, e, consequentemente garante a autonomia e a dignidade humanas. Este ensaio pretende elucidar os conceitos de autonomia e de dignidade, juntamente com o de liberdade na Filosofia do Direito de Hegel, remetendo-se ao longo do estudo, a Cícero, a Pico della Mirandola, a Tomás de Aquino, a Pufendorf e a Kant, visando a uma comparação breve, objetivando enfatizar as definições.

Palavras-chave


Dignidade; Autonomia; Liberdade; Estado.

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. 5 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

AQUINO, Santo Tomás de. Suma de Teología. 4.ed. Espanã: Biblioteca de autores cristianos, 2001.

CÍCERO. Dos Deveres (De Officiis). Lisboa, Portugal: Edições 70.

HEGEL, G. W. F. Fenomenologia do Espírito. Trad. Paulo Meneses. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1992.

¬_____. Linhas fundamentais da filosofia do direito, ou, Direito natural e ciência do estado em compêndio. São Leopoldo: Loyola, 2010.

KANT, Immanuel. Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2009.

_____. A Metafísica dos Costumes. Trad. José Lamego. 2.ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2011.

PUFENDORF, Samuel von. Of the law of nature and nations. 1. ed. Oxford: L. Lichfield, 1710. Disponível em: http://books.google.com.br/books

ROSENFIELD, Denis. Política e Liberdade em Hegel. São Paulo: Editora Ática, 1995.

ROSENFIELD, Denis. Hegel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2002.

SANTOS, Robinson dos. Liberdade e coerção: a autonomia moral é ensinável? Studia Kantiana. Pelotas: UFPel. Número 11, p. 201-216. Dez. 2011.

SEELMAN, Kurt. Pessoa e Dignidade da Pessoa Humana na Filosofia de HEGEL. In: SARLET, Ingo Wolfgang (Org.) Dimensões da dignidade: ensaios de filosofia do direito e direito constitucional. Porto Alegre: Livr. do Advogado, 2005.

SENSEN, Oliver. Kant on human dignity. Gottingen: Gruyter, 2011.

WEBER, Thadeu. Ética e Filosofia Política: Hegel e o formalismo kantiano. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1999.

_____. Ética e Filosofia do Direito: Autonomia e dignidade da pessoa humana. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-4012.2014.2.18765

O conteúdo dos textos publicados pela intuitio é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Revista eletrônica dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS.


e-ISSN: 1983-4012

 


Indexação: LATINDEX 

 


Programa de Pós-Graduação em Filosofia - PUCRS
Veritas

EDIPUCRS: Revistas Eletrônicas da PUCRS
PORTAL: www.pucrs.br

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS