A filosofia da mente de Platão e a imortalidade da mente: um dualismo substancial

Márcio Francisco Rodrigues (UNISINOS)

Resumo


Este ensaio de filosofia tem como objetivo apresentar o que se entende por dualismo substancial em filosofia da mente. Para tanto, utilizarei a teoria filosófica do “primeiro” dualista sobre o caráter do mental de que se tem notícia na história da filosofia, Platão. Inicialmente, apresento a filosofia da mente e suas concepções basais para introduzir o que se entende por dualista nesta área e posteriormente adentrar em uma explicação mais profunda sobre o dualismo substancial. Após, apresento os principais aspectos da teoria da mente de Platão, demonstrando por que ela é um exemplo desse tipo de dualismo substancial e analiso um dos argumentos platônicos em favor da imortalidade da alma, exposto na obra A república, como exemplo, para mostrar que ele não é capaz de estabelecer o que propõe. Por fim, esboço algumas considerações finais ao retomar os principais aspectos analisados no decorrer deste ensaio.


Palavras-chave


Filosofia da mente, dualismo substancial, Platão, ontologia, epistemologia

Texto completo:

PDF

Referências


Referências

CHURCHLAND, Paul M. Matéria e consciência: uma introdução contemporânea à filosofia da mente. São Paulo: Editora UNESP, 2004.

COR: FENÔMENO ÓTICO. Universidade Federal do Pará, PR, Abr. 2009. Disponível em:< http://www.ufpa.br/dicas/htm/htm-cor4.htm.>. Acesso em 28 jan. 2013.

COSTA, Claudio. Filosofia da mente. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.

JOHN, Heil. Filosofia da mente: uma introdução contemporânea. Porto Alegre: Instituto Piaget, 1998.

MASLIN, K. T. Introdução a filosofia da mente. 2. Ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

MATTHEWS, Eric. Mente: conceitos-chave em filosofia. Porto Alegre: Artmed, 2007.

PLATÃO. Phaedro, 80ª-b. In: Hamilton, E. and Cairns. Eds. The colletcted Dialogues of Plato, Princeton, Princeton University press.

_____. A República. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

RYLE, Gilbert. Introdução à psicologia: o conceito de espírito, The concept of mind. Lisboa: Moraes Editores, 1970.

TEIXEIRA, João de Fernandes. Como ler filosofia da mente. São Paulo: Paulus, 2008.

_____. Filosofia do cérebro. São Paulo: Paulus, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-4012.2014.2.17197

O conteúdo dos textos publicados pela intuitio é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Revista eletrônica dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS.


e-ISSN: 1983-4012

 


Indexação: LATINDEX 

 


Programa de Pós-Graduação em Filosofia - PUCRS
Veritas

EDIPUCRS: Revistas Eletrônicas da PUCRS
PORTAL: www.pucrs.br

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS