A Interpretação Strawsoniana da Experiência em Kant

Cristina Nunes (UFSM)

Resumo


Em The bounds of Sense, Strawson analisa a Crítica da Razão Pura de Kant e apresenta, de maneira sistemática, a compreensão que ele tem desta obra. Segundo Strawson a principal contribuição kantiana para a filosofia analítica é o que ele denomina de princípio da significatividade. De acordo com esse princípio, Kant defende a ideia de que os conceitos, para terem sentido, devem ser aplicados à experiência, ou seja, os conceitos que estão para além da nossa experiência possível são vazios de significado. De acordo com Strawson, o erro de Kant foi ter concebido uma analogia equivocada entre a estrutura geral possível da experiência e as nossas faculdades cognitivas, isto é, para Kant, as características limitantes da experiência tinham origem em nossa constituição cognitiva, e, com isso, a sua teoria torna-se incoerente e mascara o caráter real de sua investigação.

 


Palavras-chave


Experiência. Princípio de Significatividade. Kant. Strawson.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1983-4012


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.