Carlos María Ramírez sai em defesa de José Artigas: da crítica à (re)construção do herói oriental

Juarez J. Rodrigues Fuão

Resumo


O artigo analisa a obra Juicio Crítico del Bosquejo Histórico de la República Oriental del Uruguay por el Dr. D. Francisco A. Berra, escrita por Carlos María Ramírez, e o papel do intelectual na construção idealizada de José Artigas. Publicada no ano de 1882, período marcado pelo intenso debate acerca do passado uruguaio, tal obra participou do processo de reabilitação da imagem do líder independentista, caracterizando-o como o grande libertador e o Precursor da Nacionalidade Uruguaia.

Palavras-chave


Historiografia, Artigas, Identidade Nacional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2009.2.5733



e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.