A Revolução Cubana no jornal argentino "La Nación": euforia, decepção, condenação (1959-1962)

Oscar H. Aelo, Pablo Pérez Branda

Resumo


O artigo analiza os diferentes pontos de vista adotados pelo jornal argentino “La Nación” perante a Revolução Cubana. O jornal claro, expoente de uma linha de pensamento liberal-conservadora, jogou um importante papel à hora de avaliar as notícias chegadas desde La Habana. No entanto, o tom do discurso jornalístico não foi linear, passando em pouco tempo da euforia á condenação do processo cubano.

Palavras-chave


Historia Latino-americana, Revolução Cubana, Jornal La Nación

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2009.2.4046



e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.