O preço dos escravos e suas “cores” nas escravarias dos inconfidentes mineiros da comarca do Rio das Mortes, nas Minas Gerais de 1789 a 1791

André Figueiredo Rodrigues, Jonis Freire

Resumo


Este artigo analisa, com base nos sequestros de bens listados nos Autos da Devassa da Inconfidência Mineira, informações sobre os escravos, seus preços e “cores” nas escravarias de sete moradores presos da comarca do Rio das Mortes, em Minas Gerais, entre 1789 e 1791, envolvidos na Inconfidência Mineira.


Palavras-chave


inconfidentes – escravos; preço dos escravos; sequestros; Inconfidência Mineira.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Marcos Ferreira de. Elites regionais e a formação do Estado imperial brasileiro: Minas Gerais – Campanha da Princesa (1799-1850). Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2008.

ANTONIL, André João. Cultura e opulência do Brasil. São Paulo: Nacional, 1966.

ADIM – Autos de Devassa da Inconfidência Mineira. 2. ed. Brasília: Câmara dos Deputados; Belo Horizonte: Imprensa Oficial do Governo do Estado de Minas Gerais, 1982. v. 6.

BERGAD, Laird W. Escravidão e história econômica: demografia de Minas Gerais, 1720-1888. Bauru; São Paulo: EDUSC, 2004.

CARRARA. Angelo Alves. Para uma história dos preços do período colonial: questões de método. Locus – Revista de História, Juiz de Fora, v. 14, p. 187-217, 2008.

______. Minas e currais: produção rural e mercado interno de Minas Gerais, 1674-1807. Juiz de Fora: Editora da UFJF, 2007.

FURTADO, Júnia Ferreira. Quem nasce, quem chega: o mundo dos escravos no Distrito Diamantino e no Arraial do Tejuco. In: LIBBY, Douglas Cole; FURTADO, Júnia Ferreira (Org.). Trabalho livre, trabalho escravo: Brasil e Europa, séculos XVIII e XIX. São Paulo: Annablume, 2006, p. 223-250.

LARA, Silvia Hunold. Os mina em Minas Gerais: linguagem, domínio senhorial e etnicidade. In: NODARI, Eunice et al. (Org.). História: fronteiras. São Paulo: ANPUH; Humanitas, 1999. v. 2, p. 681-688.

LIBBY, Douglas Cole. As populações escravas das Minas setecentistas: um balanço preliminar. In: RESENDE, Maria Efigênia Lage de; VILLALTA, Luiz Carlos (Org.). História de Minas Gerais: as Minas setecentistas. Belo Horizonte: Autêntica; Companhia do Tempo, 2007. v. 1, p. 407-438.

______. Transformação e trabalho em uma economia escravista: Minas Gerais no século XIX. São Paulo: Brasiliense, 1988.

LIBBY, Douglas Cole; PAIVA, Clotilde Andrade. Alforrias e forros em uma freguesia mineira: São José d’El Rey em 1795. Revista Brasileira de Estudos de População, São Paulo, v. 17, n. 1/2, p. 17-46, jan.-dez. 2000.

LUNA, Francisco Vidal. Minas Gerais: escravos e senhores. Análise da estrutura populacional e econômica de alguns centros mineratórios (1718-1804). São Paulo: IPE/USP, 1981.

LUNA, Francisco Vidal; COSTA, Iraci del Nero da. Minas colonial: economia e sociedade. São Paulo: FIPE; Pioneira, 1982.

MATHIAS, Carlos Leonardo Kelmer. As múltiplas faces da escravidão: o espaço econômico do ouro e sua elite pluriocupacional na formação da sociedade mineira setecentista, c.1711-c.1756. Rio de Janeiro: Mauad X; FAPERJ, 2012.

MATTOSO, Kátia de Queiroz. Ser escravo no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1990.

MENESES, José Newton Coelho. Homens que não mineram: oficiais mecânicos nas Minas Gerais setecentistas. In: RESENDE, Maria Efigênia Lage de; VILLALTA, Luiz Carlos (Org.). História de Minas Gerais: as Minas setecentistas. Belo Horizonte: Autêntica; Companhia do Tempo, 2007. v. 1, p. 377-378.

PAIVA, Clotilde Andrade. População e economia nas Minas Gerais do século XIX. 1996. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1996.

RODRIGUES, André Figueiredo. A fortuna dos inconfidentes: caminhos e descaminhos dos bens de conjurados mineiros (1760-1850). São Paulo: Globo, 2010.

SOARES, Marcio de Sousa. A remissão do cativeiro: a dádiva da alforria e o governo dos escravos nos Campos dos Goitacases, c.1750-c.1830. Rio de Janeiro: Apicuri, 2009.

SOARES, Mariza de Carvalho. Indícios para o traçado das rotas terrestres de escravos na Baía do Benim, século XVIII. In: SOARES, Mariza de Carvalho (Org.). Rotas atlânticas da diáspora africana: da Baía do Benim ao Rio de Janeiro. Niterói: Editora da UFF, 2011, p. 65-99.

Fontes:

Arquivo Nacional do Rio de Janeiro (ANRJ). Códice 5 – Autos de Devassa da Inconfidência Mineira – Levante de Tiradentes. v. 7 – sequestros diversos.

Arquivo Nacional do Rio de Janeiro (ANRJ). Libelo Cível entre Antônio Francisco Fernandes – autor – e o inconfidente José Aires Gomes – réu. Ouro Preto, 06/08/1804. Coleção: Inconfidência Mineira, Fundo: 3A, Caixa 1004, Pacotilha 32.

Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB). Autos de sequestro/Traslados de sequestro [em bens dos inconfidentes mineiros: Francisco Antônio de Oliveira Lopes, Inácio José de Alvarenga Peixoto, Manuel Rodrigues da Costa, Carlos Correia de Toledo e Melo, Luís Vaz de Toledo Piza, José de Resende Costa, José Aires Gomes]. 7 v.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2018.3.29237

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.